Ídar

« Back to Glossary Index

13/04/2016 – Ídar é uma dimensão na dimensão física, tendo suas próprias características.

                       … Idar surge na faixa Clarta, que é um momento de transição, como se fosse um portal, um buraco negro, um buraco de minhoca, como dizem. Mas, diferente desses estágios cósmicos, Ídar é uma dimensão. Uma dimensão que exalça matéria.

Ídar, uma dimensão do radash de Éfler. O Universo físico aparece e desaparece ao nível sub-atômico em Ídar, em suas ligações com Éfler. Assim sendo, a matéria física não tem como objeto a dimensão de Ídar, mas o contrário. A matéria física sai de Ídar, e pelos processos que acontecem sem acontecer, apenas pelo fato de haver em Éfler algo que proporcione o surgimento dos universos físicos. Assim sendo, aqui e agora não é o único universo físico existente. Neste universo, Ídar se submete e sucumbe às forças fortes presentes na estrutura física, que, por sua vez, confina Ídar em duas dimensões. Os seres de Lambda, como já descrevemos, descobriram o universo físico há bilhões e bilhões de anos atrás desta data, e se transferiram utilizando-se de descobertas de suas próprias habilidades. Deram o nome de ressonância selidente, utilizando-se da interface da natureza híbrida física Ídar, para se transferirem idealmente, configurando-se em corpos físicos. E, desta parte, Ídar, como a dimensão de interface entre as naturezas dos radashes e das dimensões, a partir de Ídar, a natureza explode, pois foi acumulando matéria. Antes das explosões, nos universos físicos, há os acúmulos formativos, a partir de Éfler. E como acúmulo, a própria matéria se encarrega de criar os seus próprios objetos. Os seres de Lambda, como foram chamados por nós, são os seres que desenvolveram as habilidades mentais, não apenas dos seres humanos, mas de todos os seres que se encontram neste universo. Não nos inclui, porque não estamos aqui, mas nos utilizamos da utemporalidade, e podemos utilizar, portanto, a mesma interface utilizada pela mente humana. Por esse motivo, podemos nos comunicar. Ao mesmo tempo, como fica o espaço binário de Ídar? Ele fica exalçando a matéria e implodindo-a, pois, aquilo que vem, vai, aquilo que vai, vem. Vamos dar alguns exemplos para somar aos exemplos já existentes. Como podem os elétrons desaparecer em suas órbitas? Se eles estão instáveis, eles são levados para Ídar. E se eles estão estáveis, eles ficam na matéria física. Desta forma, o trânsito entre Éfler e a matéria física se dá por meio de Ídar e, por causa das variações gravitacionais, vários outros fenômenos acontecem entre Ídar e a matéria física. Por exemplo, os campos eletromagnéticos confinam Ídar às forças eletromagnéticas, devido às exalções que acontecem em Ídar. E, assim sendo, Ídar se transforma em fitas, anéis, blocos, fios, de acordo com aquilo que acontece no ambiente físico. Ídar não pode ser visto com detalhes. Pode ser vislumbrado, como já demonstramos, como se fosse uma película quando fechamos as mãos em triângulo, ficando como se tivesse uma película. Essa película acontece em função de campos eletromagnéticos que conformam a atmosfera e poeiras do ambiente físico, deixando suavemente opaca a presença de Ídar. Como os seres se utilizam da natureza eflérica e, por sua vez, de Ídar, e, por sua vez, da matéria física, como por exemplo, o corpo físico, sua estrutura funcional mental parte de determinadas estruturas celulares, como já dissemos e, assim sendo, configura, conforma, estrutura toda a existência de sua presença – a presença do ser eflérico. Dissemos silociente, porque silo são aspectos da memória do ser eflérico, a memória que reside em Ídar, por onde esse ser se comunica e interage. Todo o processamento físico é coordenado por esse ser que se manifesta no organismo físico em todo o seu ambiente físico, celular, a partir de suas estruturas que estão em ressonância com o que chamamos de eixo consciencial, sendo a consciência o estágio mais importante para o ser em seu corpo.

                       … Ídar é real. E o seu pensamento é a prova da existência de Ídar.

« Back to Glossary Index