Silos

« Back to Glossary Index

27/02/2013. Traços ou rastros de diversas ordens – como o calor, como os fluxos eletromagnéticos, eletrostáticos, magnetostáticos, assim como fluxos de fótons e diversas estruturas advindas do cosmos, como as reações aos raios cósmicos – expelidos no trânsito estrutural e estruturante relativos às selidências dos fílens. Os íntimos silos são, inúmeras vezes, manifestações boúgicas, lásmicas, etc. Mas, também manifestações de virtudes que podem ser reforçadas e exercitadas.

27/02/2013. Estes rastros acontecem em toda a estrutura orgânica física e os instrumentos perceptivos captam como plano de fundo o ruído existencial dos fílens, através de suas manchas auditivas, visuais, táteis, etc.. (…) Os silos são traços essenciais advindos tanto da absorção orgânica de toda espécie, assim como da reação às estruturas mnemônicas, das estruturas bioquímicas, bioeletrônicas.(…) As estruturas de fílens determinam em seus somatórios, vetorialmente, toda a rede existencial orgânica que estrutura o funcionamento orgânico, e estes rastros são os silos. Um exemplo são as alergias, que são rastros de reações orgânicas de variadíssima ordem.

06/03/2013. Os traços que são os silos, são toda forma de impressão que se pode ter da presença de seu eixo consciencial.

09/04/2014. O silo é aquilo que armazena o ser em sua alma.

28/08/2014. Silo é o representante do ser, é o próprio ser, é o onto-ser.

« Back to Glossary Index