Encontro Semanal

As luas suirsômicas

 

Paz e Amor.

 

A experiência humana sempre trará referências desconhecidas e ignoradas pela maioria dos seres humanos. A ciência vem revelando aspectos menos objetivos dessa experiência, mas, ainda assim, não consegue desatar alguns nós de suas próprias afirmações. Dissemos, ciência, evidentemente, ciência é humana. Não há ciência que não seja humana. Pois, a forma, a estética, os poderes econômicos, os poderes políticos sempre maquiaram e ainda maquiam o que é convenientemente chamado de ciência. Certamente, da mesma forma, quando lidamos com as questões da humanidade, lidamos com um distanciamento relativo e dependente da comunicabilidade do que podemos expressar, de forma a fazer-nos, em parte, pelo menos, compreendidos, o que remotamente acontece. Mas, mesmo assim, devemos nos expressar pelo entendimento e pelo interesse, pois, fora disso, não há muita esperança que a humanidade se mova pela própria consciência. É que os domínios manipulados pelas forças hegemônicas impõem paralisações dos seus processos de inteligência. Especialmente, aqueles que levam a transformações mais generalizadas dos diversos universos de população humana. Essa tendência traz letargias e atrasos no desenvolvimento de si, especialmente, quando se trata de fazer emergir uma consciência sã. Esse aspecto, portanto, relaciona-se aos suirsomas. É de se esperar que todo o poder tenha as suas limitações. E todo poder se decompõe na medida em que os processos conscienciais atingem níveis de autonomia e de auto-credibilidade. Talvez, compreender isso seja meio óbvio, assim como, meio incerto. Entretanto, se por um lado há íntima relação entre os domínios e a ignorância, por outro, as questões éticas contrapõem na construção da própria consciência. E ela se faz pela sua base existencial. Essa base existencial está entretanto intimamente ligada àquilo a que se propõe para viver a vida. E essas questões, nada mais, nada menos, relacionam-se diretamente ao que se combina com os seus Ranamás. Esse aspecto, entretanto, de uma forma geral, apresenta-se confinado e tal dito confinamento pode impedir a consciência de se encontrar, uma vez que as referências da ignorância são as forças que impõem as lógicas para a sobrevivência. Essas lógicas podem ser mudadas. Diante das experiências de cada um, é possível perceber uma espécie de distanciamento de si, dos outros, e até de seu próprio desenvolvimento. Grande parte das pessoas humanas não faz reflexões mentais ou se ligam às coisas que acontecem em seu entorno, percebendo-se e reagindo-se frequentemente tardiamente. Por esse motivo, e outros mais, já elaborados em nossos encontros, iremos expor algumas “ferramentas” no conceito de aprender a lidar com algumas questões em que a ciência, portanto, humana, sequer vislumbra. Talvez, de forma fragmentada, outras linhas do pensamento, da filosofia, ou até, do comportamento, chegam a esboçar tais questões. Essas questões a que estamos referindo relacionam-se aos trânsitos suirsômicos, como já elaboramos, em diversas instâncias. Neste momento, vamos apenas citá-los, para que sejam abordados em outros encontros. Os trânsitos suirsômicos a que estamos referindo são todas aquelas coisas que podem ser relacionadas às combinações do suirsoma. Como são confinadas do eixo consciencial, insciente, e subconsciente e, especialmente, da consciência, eles não podem ser diretamente relacionados como algo combinado da experiência vivenciada ou a ser vivenciada pelas pessoas. Todo o conjunto desses trânsitos gera reações do ambiente, do organismo e da própria “vida”, como já citamos, que são as forças tehili. Entretanto, exatamente aquilo que fora combinado gera consequências específicas em três níveis da experiência duplinada. Gera consequência nos fluidos orgânicos, e evidentemente na bioquímica, no trânsito de gases e líquidos, pelo organismo. Numa segunda referência, no aspecto da energia, o trânsito da luz, isto é, dos fluxos eletrofi, eletromagnético, fi, que asseguram o funcionamento de toda a estrutura física. E numa terceira referência, a gama de interação resultante do movimento e da interação mente-organismo através da expressão corpórea, gerando sentimentos e ações do movimento, demonstrando a integração entre os três aspectos especificamente relacionados aos suirsomas. Quatro outras referências serão citadas, relacionando as questões dimensionais do ambiente e da existência dos lócus de expressão de cada instância orgânica e suas conexões, e suas ligações. Esses aspectos geram impressões, reações orgânicas, sensibilidades, sentimentos, interações e relações causais no ambiente e muitas outras consequências não percebidas ou não perceptíveis e não consideradas pela grande maioria dos seres humanos. Estes aspectos geram sombras, geram pressões, geram uma diversidade de situações e questões. Como são indiretas, pois estão sendo compreendidas como reflexo daquilo que fora combinado com os Ranamás, isto é, os suirsomas, esses sinais “ocultos”, subentendidos, indiretos, são chamados de luas suirsômicas. E podem ser catalogadas, percebidas, identificadas, através de vários recursos e formas de auto-observação. Faremos primeiramente em alguns encontros algumas exposições de alguns aspectos importantes das luas suirsômicas. Elas podem proporcionar um auto-estudo, e ampliar o poder da auto-confiança, trazendo noções de diálogo com o próprio organismo (os icons). As luas suirsômicas podem ser expressas de tal maneira que ao aprender a lidar com suas identificações, os sinais suirsômicos poderão ser mais perceptíveis e este é um dos objetivos. As luas suirsômicas podem ajudar a humanidade a vislumbrar a sua consciência e a sua trajetória de desenvolvimento dentro de si, trazendo aquilo que mais necessita de sua energia corpórea: encontrar-se na luz do amor. Agradecemos. Paz e Amor.

Grupo: Sobre a ciência ser humana, me deu uma curiosidade. Vocês têm alguma forma de busca de conhecimento além, algo semelhante a uma ciência, ou filosofia, sei lá. Existe isso?

NA: Certamente há busca, porque na medida em que interagimos nos ambientes incronizados, não podemos burlá-los. Poderemos causar reações da estrutura existencial inadequadas para as partes envolvidas. A natureza se “impõe”, como limite a ser compreendido. Mesmo que estejamos nós em situações completamente diferentes, quando aqui atuamos, respeitamos os eventos dessa natureza. E quando atuamos com os seres também devemos respeitar as limitações de cada um. Então, não é preciso ler o futuro ou aguardar que uma influência se sobreponha sobre outra, pois, podem ser mutuamente destrutivas.

Grupo: Eu me referi a vocês aí.

NA: É muito diferente, sendo diferente, tão diferente que teremos que fazer adaptações para uma meia compreensão. Então, não há aprendizado. O aprendizado é a própria existência. Mas, quando aqui atuamos, nos submetemos às referências deste ambiente, com suas limitações de gravidade, de tempo, etc.

Grupo: Queria pedir para dar uma olhadinha no meu ouvido.

NA: Pedimos a permissão para a vinda do nosso irmão. Paz e Amor.

J: Paz e Amor. Paz e Amor. Pode sentar aqui. Pode falar.

Grupo: Algum tempo atrás você olhou meu ouvido, e viu uma inflamação, por duas vezes, ela continuava. Queria saber em que pé está e o que posso fazer com esse zumbido intenso que eu convivo.

J: Muito bem, deixa eu ver como está. O zumbido é mais de um lado do que de outro.

Grupo: É tão intenso que não percebo. Mais no direito?

J: Ele se localiza lateralmente na resultante. Sentiu dor de ouvido em algum momento? Este está mais inflamado. Ele tem um ciclo de inflamação, isso está relacionado a um conjunto de coisas, como aspectos gerais da saúde, como sistema imunológico, e também de stress, não? E, em parte, da profissão, mesmo, exposição maior ao som, e isso durante muitos anos, tem um acúmulo. Então podemos dizer duas coisas, basicamente. Uma, olhar com médico mais especificamente sobre a reação neurológica da produção de som, porque relaciona-se também a desgaste da própria estrutura celular. Então, essa soma produz isso, e ela pode ser amenizada com descanso. Procure fazer descanso sem som. Sabemos dessa dificuldade. Mas, de alguma forma, em algum momento, procure ficar em lugar silencioso. Isto é uma coisa. A outra coisa é a partir de uma avaliação específica, mas está relacionado de certa maneira até com alimentação, pois uma resultante mais ácida pode trazer reações mais específicas no desgaste celular, e a estrutura auditiva neurológica pode estar sendo afetada com essas inflamações.

Grupo: De modo geral, se eu melhorar minha condição física, saúde e descanso, pode amenizar?

J: Pode amenizar, mas me parece que é resultado de anos, então não será do dia para a noite. Vamos fazer um equilíbrio. Fique em pé por favor. Consegue dormir bem?

Grupo:: Consigo, ultimamente, acordo e não estou totalmente descansado. Em geral, sempre dormi bem. Dormir pouco é dos fatores que derruba totalmente a minha saúde.

J: E esse som também. Pode observar, quando está mais cansado ele está mais alto. Paz e Amor. Paz e Amor.

Grupo: Obrigado.

Grupo:: Eu gostaria que vocês acompanhassem a pequenininha nos processos dela.

J: Já estamos acompanhando.

Grupo: Podia dar uma olhada em mim, Japinha? Caí na pedra, só tive probleminha no braço, mas depois quando voltei, tive uma dor na perna, na virilha, está me atrapalhando na aula.

J: Aproxime, por favor. Teve uma repercussão lateral na lombar.

Grupo: parece que deslocou vértebra.

J: desequilibrou este lado, e repercute aqui. Vamos fazer um equilíbrio e procure alguém para olhar. Quando deitar, fique de barriga para cima, com os joelhos dobrados, com a planta dos pés na cama e lentamente vire para um lado, os joelhos encostando lateralmente e relaxe por 30s ou 1 min e faça o mesmo para o outro lado, observando e depois ponha os pés de volta com a planta na cama e abrace os joelhos. Por 30s ou 1mim. Isso deve ajudar e observe. Paz e Amor. Agradecemos.

NA: Paz e Amor.

Grupo: Nosso Amigo, queria fazer um pedido do meu coração: emanar amor para o Lula.

NA: O amor é a essência que pode fazer todas as transformações. Enquanto houver o domínio da ignorância, o amor tem a sua força aumentada. E este é um dos caminhos para essas situações. São situações que neste momento apenas dissemos: que é hora em que a confiança e a força do amor podem transformar. Agradecemos. Paz e Amor.

Muitas vezes, escolhem-se alternativas que não são sentidas. Muitas vezes, seguem-se alternativas que não foram escolhidas. Muitas vezes, perdem-se de vista aquelas questões cujo sentido relaciona-se àquela experiência. Mas, quando se perde, quando se impõe, de outras formas, a ignorância pode fazer a falta que for, ela irá perdurar como consequência de uma forma evasiva de compreender as coisas. Entende-se que o amor pode proporcionar uma compreensão mais profunda em muito menos tempo, que pode atingir muito mais pessoas. E ensinar aquilo que precisar a consciência aprender. O amor é uma alternativa da experiência da humanidade. E as luas suirsômicas podem mostrar que as forças do amor sempre tendem a ajudar. Agradecemos. Paz e Amor. Paz e Amor