Encontro Semanal

Os icons, entropia e aleatoriedade

Paz e Amor. Paz e Amor.

Pedimos a permissão para a participação de convidados. Agradecemos

Ao abordarmos os assuntos sobre o controle mental, falamos muitas vezes sobre os icons, que são representações mentais associadas a estruturas corporais com o objetivo de encontrar respostas diretas do organismo físico, possibilitando um diálogo entre a sua consciência e a insciência corporal. Muitas vezes, esse aspecto encontra-se distante das possibilidades de realizar um encontro entre consciências não treinadas e descrentes com as respostas subconscientes, inconscientes e inscientes da estrutura orgânica. Em condições de sucesso, a estrutura orgânica deve obedecer o nível consciencial mais elevado, tomando-se como referência o acesso às informações que selidem em direção ao eixo consciencial. Algumas questões são colocadas como possibilidade de exercitar o alcance insciente. Entre essas condições precisamos realçar situações da vida real entre o passado e o futuro, e as considerações que cada sujeito humano tende a realizar consigo. Então, evidenciamos dois aspectos: a entropia e a aleatoriedade. Mesmo que um esteja contido no outro, e vice-versa, cada uma dessas características se tornam específicas, no caso de serem encontradas e compreendidas por cada um. A entropia se distingue pelo nível de desorganização, ou pelo nível de desconexão entre a consciência e os eventos orgânicos e ambientais; ambientais e orgânicos podem ser lidos até certo ponto como sociais, porque dependem das interações de consciência com outras pessoas, incluindo a si. A entropia causa efeito direto na estrutura consciencial porque tende a se formar como diferenciação entre ao que se apresenta como fato da “realidade”, e ao que é o sentido e o sentimento, aquilo que influencia ou é influenciado pelo fator mental. Assim, a relação se mostra desorganizada. Interessa-se muito pela capacidade de organização dessa desorganização. Outro fator a ser considerado é a aleatoriedade dos fenômenos que cercam a mente consciente em sua experiência psicofísica e orgânica, tendo-se uma série de fenômenos de conectividade entre a influência mental, a interpretação e a capacidade de memorização para a formação de icons. Ambos os aspectos podem reformular a influência mental de qualquer ser humano. A entropia pode estabelecer oportunidades que resultem em redirecionamentos das experiências previsíveis. Isto quer dizer, em palavras mais diretas, mas com níveis mais seguros de interpretação: a reorganização de seus estados conscienciais, praticando-se afirmações internas para se desfazer esses estados entrópicos da relação mente-organismo, e as considerações da realidade, ou seja, do que é considerado real. Toda vez que não se consegue distinguir a desorganização do que está acontecendo em sua vida, esses estágios por nós são considerados ótimos para gerar transformações altamente susceptíveis a condicionamentos mentais. Ou seja, altamente influenciáveis pelo que você pensa. Já o aspecto aleatoriedade transmite para o desconhecido a propriedade de reconfigurar, de reestruturar, influenciando, portanto, o resultado final dos eventos da sua vida. Isto quer dizer que se você encontra-se em situações supostamente aleatórias e desconhecidas, as suas habilidades de influenciar o resultado podem tornar-se ampla e profundamente reais. Nosso exemplo standard, como exercício, pode ser notado nas experiências com as vagas. Entretanto, toda sorte de situações, onde não é possível localizar nem as variáveis que influenciam, nem se supor os resultados, aquilo que se mentaliza se integra aos resultados almejados e exercitados, ou seja, praticados. Se há situações em sua vida, cujas descrições não podem ser previstas, mentalize transportando para a realidade o resultado para a realidade. A probabilidade refere-se  a aspectos específicos da experiência aleatória, cuja probabilidade aumenta quando fatores desconhecidos podem ser reconsiderados e emparelhados na existência selidente. Assim, a influência da construção mental transforma aspectos supostos em aspectos reais. E assim retornamos ao essencial da experiência mental. Duas questões básicas exaustivamente repetidas: a força da confiança e a assertividade da orientação do amor incondicional. A luz do desconhecido tende a se reestruturar tal qual se espera de si e da vida. Que seja por intermédio do amor. Paz e Amor. Paz e Amor.

Agradecimentos. Apresentação da nova pessoa.

NA: Seja bem-vinda. Sejam bem vindos. O amor é a nossa essência e objetivo para todos. Agradecemos.

Grupo: Agradecimento em função da minha irmã e pai.

Grupo: Mensagem a mãe da A.

NA: Paz e Amor. Para todas as situações, onde se deseja uma conexão com alguma espécie de influência, nos expressamos pela via da luz do amor. Considere o amor como possibilidade real para superar, para encontrar, para dividir, para sustentar, para refazer, para igualar, para superar, para sentir, para transmitir, para compreender a si e aos outros. O amor é uma essência, é uma força, é um sentido, é energia, é habilidade, capacidade, é origem e destino. O amor é uma essência capaz de simultaneamente perpassar por todas as dimensões conhecidas e não conhecidas dos seres humanos. Todas as pessoas humanas encontram-se conectadas a fontes virtuosas do amor, bastando que creia em si no amor incondicional, e que exercite em seu coração um equilíbrio com a sua mente. Paz e Amor.

Grupo: Agradeço a oportunidade de estar aqui.

NA: Nós que agradecemos. Seja bem-vinda sempre.

Grupo: Gostaria de pedir mensagem e orientação pelo momento difícil que estou passando. Estou com dificuldade de finalizar, e sobretudo de pôr foco. Gostaria de uma orientação.

NA: Paz e Amor. Quando se lança uma pedra, se conhece a sua trajetória, e se acerta no alvo, se atinge o objetivo. Não é tão fácil porque lhe exige tempo de estudo e dedicação. Mas, a cada tempo desses aspectos de algo que se faz alvejando superar barreiras e dificuldades, limitações e insuficiências, adotamos o segredo da fé. Creia em si e reforce a sua crença em seu próprio esforço, confiando que o tempo já age por si, refazendo em sua compreensão, lhe dando essa consciência que acabas de expressar. Assim sendo, não há o que temer. A falta de foco na consciência é o reconhecimento do próprio foco. Não há dispersão, pois a dispersão não lhe traria a noção do foco para dizer que não há foco. É claro que uma pessoa sem foco não sabe disso. Portanto, tens foco. Então, creia e compreenda que é preciso jogar fora o que não é preciso para o foco. Podemos considerar que não existe apenas um foco, mas múltiplos focos, em que todos reunidos, tornam consistente um processo de entendimento e de estudo. Desta forma, novamente realça a importância de confiar em si e não deixar que a energia se torne pequenos fantasmas de si mesma. Apenas ame o que esteja fazendo e confie em seu árduo trabalho. Será o sucesso, se confiares nesses amares. É a tendência quando se conhece e se torna consciente da entropia, como reelaboramos. Assim sendo, conheces a trajetória da pedra. Apenas terá que mirar, que mirar, mirar, mirar, mirar. É o exercício da confiança. Confie e ame. Paz e Amor.

Grupo: Muito obrigada

NA: Igualmente agradecemos.

Na experiência de cada um, há muitas formas de compreender como forma o destino que de ti vai depender. Olhem para si e encontrem os fatores aleatórios porque eles podem ser imaginários e da imaginação transportados para a realidade. Percebam que no diálogo entre a sua voz verbal íntima e o sentimento, há distanciamentos que, por vezes, embaralham as suas ações no decorrer das situações de cada experiência. Mas, é frequente não saber nada sobre quem és, ou sobre o que há em torno de si. Esteja aberto e prepare-se para pensar o melhor de si e da vida, construindo-a primeiramente em seu estado de ser. Pois, quanto menos informações a vida lhe dá, mais chances de influenciar a vida lhe retorna, e cada oportunidade podes fazer o que precisas, existir. A confiança e o amor lhes guardam muitos bons e poderosos segredos. Viva! Confie! Mesmo que haja desconfianças em seu coração. Aprenda a confiar em si. Paz e Amor. Paz e Amor. Agradecemos a todos. A luz do amor está espelhada nas águas. Agradecemos. Paz e Amor. Paz e Amor.