Encontro Semanal

A fonte do amor e a consciência

Paz e Amor. Paz e Amor.

Solicitamos autorização para a participação de convidados. Agradecemos.

Outro: Paz e Amor.

Quando encontrares uma criança pequena, tente explicar a ela o que é o universo. De preferência, uma criança com menos de seis meses de idade. Poderá perceber um vazio entre você e ela. O vazio não parte da criança, mas de você. A mente racional se ocupa de lógicas e conceitos presos à linguagem e aos domínios sociais, culturais e científicos, hoje em dia. Muitos bruxos da antiguidade treinavam suas argumentações com bebês. A fonte do amor está disponível para as idades dos pequenos. Eles se conectam a essas fontes, e são capazes de se relacionar com elas em alto nível. Até a primeira infância, estarão abertos aos horizontes do amor. Mas, gradativamente, o contato com os adultos tende a restringir a sensibilidade e a inteligência. Se as restrições não funcionarem, partem para a opressão. A experiência do amor é uma experiência óbvia para os bebês. Podemos perceber, em suas fontes de fílens, que se iluminam com uma intensidade única, vista apenas em crianças e, muito raramente, em adultos. Algumas crianças se rebelam à imposição dos adultos, porque não podem compreender o distanciamento do sentimento com as fontes do amor. Certamente, estão revelando para si seus estágios iniciais de confinamento, isto é, a duplinação como parte de sua expressão consciencial. É preciso compreender que não se pode se expressar sobre o universo com uma criança, para uma criança, porque houve um distanciamento do seu próprio eixo consciencial, onde está o seu amor incondicional. Ao confrontares com crianças pequenas, abra-se aos olhos do olhar, aos olhos do coração, e tente interagir sem palavras, para exercitar alguma habilidade de expressão mental. Tanto o gesto, quanto os olhos e o som sem significado, pode aproximar energias do amor expressas por crianças pequenas. Explorar em si as fontes do amor que estão em si. Elas estão em seu interior, e podem ser chamadas, evocadas, exigidas. Você pode mandar que o seu eixo de amor se aproxime de si. Mas, há um detalhe que todos devem desconfiar. Isto só é possível se você confiar. Não se pode trazer a si mesma ou a si mesmo com desconfiança, pois o seu turvo interior se desmancha em insegurança. É possível buscar o amor, pois o amor incondicional, incondicionalmente te busca. E para que serve esse amor? O que você vai fazer com ele? O que é o amor? E mais, o que é o amor incondicional? É preciso descobrir em seu organismo, mas principalmente em sua consciência. A sua consciência é resultado de processos complexos, mas funciona com naturalidade, e se forma, desde então, com grande versatilidade. Evoque o seu amor interior. Chame-o, mas creia. Do contrário, estás chamando ninguém. É preciso compreender este aspecto do seu ser. A sua memória depende de confiança. O seu aprendizado, de confiança. As suas escolhas pedem confiança. As suas ações constroem ou exigem confiança. E é preciso confiar em si, para confiar em outros. Há relações diretas entre a desconfiança e a traição. A desconfiança em si gera respostas negativas em torno de si. E estas respostas estão em ressonância constante com aquilo que constrói em seu ser. Muitas construções não são construções físicas, são considerações, são confiabilidade pura. Em sua mente, a confiabilidade forma anéis, como aqueles anéis que já mostramos. Forma estruturas que encaixam, que seguram e que reverberam. Pode produzir sons, pode produzir áreas eletromagnéticas, pode produzir uma série de fenômenos que são desconhecidos da maior parte dos humanos porque desconfiam de si próprios. Sempre abordamos o amor e a confiança. O amor e a paz. A paz gera amor. O amor gera a paz. Sem a confiança, para onde vai a paz? E de onde vem o amor? Para onde vai o amor, e de onde vem a paz? A consciência é quem age, é quem escolhe e é quem sabe. A consciência não consegue enganar profundamente a si. Então, ela passa a acreditar em suas negatividades, porque na ignorância, ela se esconde. E se paralisa, se torna inacessível em sua estrutura orgânica, tornando-se insensível, indiferente, volúvel e muito mais frágil. O ódio é frágil. O medo é frágil. A arrogância se faz de forte, mas também é frágil. O orgulho é frágil. O amor é forte, a responsabilidade é forte, porque atua com base no amor. A solidariedade é forte. A voluntariedade é forte porque ambas se baseiam no amor. O amor incondicional só impõe uma coisa: sua própria incondicionalidade. Porque independe, pois existe em todos, e todos podem buscar pela consciência o seu próprio amor incondicional. Iremos abordar muito sobre a mente, porque a consciência duplinada revela-se pela insciência que está em seu ser, e que assim pode encontrar-se em suas luzes de amor. Por mais absurdo que possa parecer, o amor, como tema da humanidade, é muito antigo e até muito praticado, especialmente entre mães e filhos; entre as crianças menores e a vida; entre o universo e a sua consciência. É preciso amar incondicionalmente a si e aos outros. Pois, até o momento, a ignorância vence de 5 a 1. Esta parcial vitória da ignorância refere-se à insistência em não se crer em si. Em não se fazer nada ou muito pouco por si mesma e por si mesmo. É imperativo! O tempo se modifica, o ambiente se modifica, e muito há por se fazer, cada um em si, ao afinarem as luzes entre o coração e a consciência. Lembrem-se do amor em seu coração a todo instante. Nós chamamos de primeira luz. Agradecemos. Paz e Amor.

Grupo: Você falou que os bruxos de antigamente praticavam argumentação com crianças pequenas, e disse para nós praticarmos comunicação não verbal com as crianças. Como é essa diferença? Com o bruxo era verbal?

NA: Sobre os bruxos, no bom sentido, deixe-os para lá. Ssobre você e sua filha e todas as crianças da idade dela para baixo, relacionam-se com suas fontes de amor incondicional. É quando o olhar ou do olhar se descobre uma grande paisagem. Não há o que dizer. São experiências comuns de pais e mães. E especialmente das mães quando amamentam e é um dos motivos que o alimento se transforma em organismo. E a criança que não tem esse privilégio, pode isolar de si em um nível muito mais profundo. E ficam abertas ao amor até encontrá-lo. Se não encontrá-lo, sabe-se lá o que pode acontecer. A regência da ignorância é desconhecida, mas é autodestrutiva. O amor é a fonte de todas as necessidades. Pois, alcança muito mais profundamente o sentido da existência. Mesmo sem a consciência, o amor pode transmitir a sua essência para si e para os outros. Caso tenha alguém em estado de coma, estenda a sua mão, tocando em qualquer lugar, mãos, peito, ou cabeça, e expresse incondicionalmente o seu amor. É possível até que se cure uma pessoa com alto poder de confiança, pois o amor não tem limite. E é a condição mais energeticamente potente conhecida em muitas e muitas dimensões. Paz e Amor.

Grupo: Estou com uma tia internada há 10 dias, e estamos fazendo, a família, está chegando até lá, ninguém sabe o que é, e está piorando, juntos estamos acreditando, peço que vocês possam acompanhar, e intuir os médicos, está difícil para a família. Queria que acompanhassem, e se puder, uma mensagem.

NA: Assim seja, agradecemos a oportunidade. Estaremos contribuindo com o nosso amor.

“Quero dizer a todos desta família, que pensem em duas coisas: em seu amor íntimo e incondicional, e o exerça. E a segunda coisa, é que confiem incondicionalmente. As informações e o efeito serão sentidos diretamente por sua mãe familiar, por sua tia, por sua irmã. Não duvidem nem de si nem do poder do amor incondicional. Concentrem-se. Paz e Amor.”

Grupo: Pedir uma mensagem para outra família que acabou de saber, nossa vizinha, que está com doença chamada ela. Nesse primeiro momento, se puder falar umas palavras para a família.

NA: Toda forma de desequilíbrio do organismo ou da mente, relaciona-se à realização de uma série de questões que são específicas de cada pessoa. Geralmente, partem de uma insegurança, de uma determinação da insegurança, e de uma consumação da dúvida. E no reino da ignorância, não se pode perceber se estás negando a si próprio. A base de muitas doenças é mostrar para o ser que vive a doença que ele pode fazer algo enquanto é tempo. Às vezes, depende-se dos outros. Pelos vínculos que tem, às vezes, constroem-se prisões em torno de si, de sua mente e de seu coração. Mas, é possível, ainda enquanto houver tempo, diminuir ou extinguir o sofrimento, fazendo surgir de sua consciência uma certeza de que há uma grande e inesgotável fonte de amor em seu ser. Neste momento, mais do que isso, revela-se a confiança nisto, de que o amor pode mudar qualquer situação, mas a capacidade de mudar uma doença ou um estado orgânico qualquer ou mental, resulta da certeza que tem em seu coração. Confie no amor e algo irá mudar. Paz e Amor.

Grupo: E quero pedir pela Myriam, que está em processo de quimioterapia.

NA: Agradecemos a oportunidade. Que assim seja, estaremos buscando modificar o sentido do sofrimento, por intermédio do amor.

Grupo: Peço que nos acompanhem amanhã, na consulta com meu pai.

NA: Assim seja, confie no amor. Estaremos acompanhando. Agradecemos a oportunidade.

Grupo: Queria que o Japinha me desse uma olhada, estou com falta de ar de novo.

NA: Pode se aproximar, e pedimos a permissão para a vinda de nosso irmão. Paz e Amor.

Grupo: Paz e Amor. Paz e Amor. Acho que anda duvidando de você mesma, não é? Prefere com dor, ou sem dor? Com dor, vai mais direto no assunto, e sem dor, depende de você.

Grupo: Com dor.

Grupo: Então peço licença. Procedimentos, apertou os pontos nas orelhas. Espero que melhore, mas depende da sua ação, ficar mais tranquila, estressar menos, porque a respiração responde ao emocional. Às vezes, acha que você vai mais piorar que melhorar. Confie em você. Agradecemos. Paz e Amor. Paz e Amor.

NA: O amor é o assunto hoje e sempre. Ao elaborarmos sobre o amor, apenas pedimos, confie. Há muita dúvida porque o maior exercício é destruir aquilo que você tem em si. A cada instante negas a si e, muito mais, treina o pior. Compra o pior. Vende o pior. Assimila o pior, concatena com o pior. Percebam uma pequena mudança em suas considerações. A luz do amor é mais forte e conta com a sua confiança. Agradecemos. Paz e Amor. Paz e Amor. Nossos visitantes se encarregaram para trazer para o líquido água uma energia extra de amor. Ao beber, sugerem que ponha o copo perto do plexo solar, para que em segundos entre em ressonância com o seu coração. Paz e Amor. Paz e Amor. Paz e Amor.