Encontro Semanal

Informações humanas e não humanas

Paz e Amor. Paz e Amor. Paz e Amor. Pedimos a permissão para a vinda de novos participantes.

Paz e Amor. A insegurança humana nos remete a muitas situações de descoberta com os seres humanos. Como já dissemos, conhecemos este planeta desde a sua formação, e participamos com os seres humanos neste e em outros planetas, há milhares de anos. Muitos outros não humanos também participaram da trajetória humana. E muitos contribuíram com o seu desenvolvimento. Especialmente, naquilo que se podia ou que ainda se pode fazer, evitando uma interferência direta, coisa que aconteceu em situações diversas. Não iremos discorrer sobre isso neste momento. O foco, entretanto, parte da insegurança do próprio ser humano em busca de sua consciência, e de melhoramentos em seu estado de humano. Queremos dizer da confiabilidade que traz para si e para os outros. Sempre lidamos em esferas supostamente na fronteira da realidade física com a mente. Certamente, não é novidade que em 100% de nossos encontros, somos, além de exóticos, somos uma insegurança aos olhos dos humanos. À medida que se aproximam os dias atuais, nesta consciência, isto é, no momento agora e aqui, as informações não humanas ainda continuam objeto de ampla dúvida. Portanto, e sinceramente, não há de nossa parte, nenhuma expectativa a respeito, se estas informações devessem ser consideradas de outra forma, pois compreendemos perfeitamente que se as dúvidas partem dos próprios seres humanos para si próprios, é esperado que assim seja, em relação a informações “fora do eixo”, vindas de sei lá de onde. Naturalmente, sempre foi assim. Muitas ideias e afirmações já feitas só foram entendidas quando o próprio ser humano as investigou por si e as transformou de alguma forma para a sua consciência. Este aspecto é de extrema importância, pois cada um pode fazer com essas informações as considerações que acharem pertinentes para a sua vida. Entretanto, ao criarmos, isto é antigo, expressões que ao longo da história humana foram introduzidas em centenas de línguas, estamos diferenciando aspectos não humanos e não possíveis de serem comprovados em curto prazo, o que realça, qualitativamente e diferencialmente, o eixo estudado por nós para ser transmitido a vocês. Então, essas escolhas podem ser consideradas como acessíveis ao desenvolvimento, caso sejam creditadas no interior dos seus seres, como possíveis. De outra forma, não se diferencia dos mesmos aspectos de qualquer rotina, ou seja, aquilo que fora da realidade, assim continua inacessível para quem considera. Vamos dar alguns exemplos: em algumas elaborações sobre a mente humana, que estamos abordando, como processos possíveis de auto-desenvolvimento e para o auto-desenvolvimento de si mesmos e de si mesmas. O exemplo, como todo exemplo, é algo pensado para demonstrar que tais informações tanto aprofundam no desconhecido, quanto o revela, e ao revelar, recria aspectos do entendimento de si próprios, úteis para a ampliação da mente, do espírito e do organismo de cada um. Evidentemente, cada um a seu modo. Vamos ao exemplo. A mente humana, tal qual podemos “perceber” por sua iluminação eletromagnética, eletroquímica, biofi eletrônica, eletrofi e fi, podemos descrever que a mente funciona baseado em processos de memória armazenados a partir do ser siloeflérico, isto é, o ser que representa o seu estado espiritual, que se expressa por vibrações denominadas de fi, relacionadas a trocas de aspectos energéticos e gravitacionais de extrema mínima dimensão. Ou seja, microdimensionais. Parte desses processos, já fizemos algumas descrições. O ser silosciente é o ser siloeflérico que representa a sua consciência no âmbito do seu surgimento no horizonte físico. Esta expressão é chamada de ressonância selidente porque ela surge multidimensionalmente, estando armazenada em aspecto da matéria física, em que uma, duas dimensões físicas se tornam confinadas em uma ou duas dimensões. E isto, no horizonte físico, é uma outra dimensão, que chamamos de Ídar. A memória do ser silosciente, ou seja, do seu espírito está armazenada a nível desta dimensão física, que também já expusemos algumas considerações. Muitos processos são transmitidos e estruturados de forma programada e esta programação, estes algoritmos, pedindo emprestado da expressão humana, ou seja, esses processos acontecem aos trilhões. Entretanto, se agrupam, criando matrizes. Antes, porém, criam sistemas e tais sistemas se agrupam em matrizes. As matrizes se agrupam em sistemas de matrizes. Uma grande habilidade desses processos de ressonância selidente, é a alta capacidade de interação. Os processos de memória, então, se agrupam em sistemas de interação, que se formam em matrizes de sistemas, que se agrupam em sistemas de matrizes, de processos de interação. Por sua vez, são rememorizados em Ídar, em longos fios, placas, de estrutura unidimensional ou bidimensionais. Todos esses sistemas de sistemas de interação, interagem criando em torno do ser expresso com ressonâncias que selidem das fronteiras efléricas do ser siloeflérico. A expressão silo refere-se à memória armazenada na estrutura existencial do ser, que existe em você. Além, esses sistemas, toda essa estrutura, digamos assim, por nós é designada como AASII. Então, AASII é Alta Auto-Sistema de Interação Insciente. AASII, assim dizemos que são os seres humanos. Abreviamos para AS e ASA. Os seres AASII são os seres humanos, pois todos os seus sistemas de interação conseguiram, ao longo de sua história existencial, engendrar na estrutura física e criarem-se corpos, graças à alta capacidade de interação, o organismo físico de muitos seres vivos, da esfera materializada segue o mesmo processo. Em parte, e em alguns locais físicos, acontecem toda uma formação de organismos diversos. Podemos dizer, por exemplo, que os seres humanos não se formaram apenas neste planeta. A experiência do chamado espírito, aconteceu também em outros planetas e, por isso, há hiatos, há vazios, na explicação de suas origens, buscada de forma exaustiva pelos humanos. Acontece semelhantemente em outros planetas a mesma busca. Como os seres são os mesmos, as experiências são semelhantes, apesar de muitas diferenças na estrutura orgânica. Muitas explicações como essas, e aqui finalizo o exemplo, de fato, diante da necessidade de se comprovar a existência de uma determinada coisa, ou mesmo de um determinado objeto, e não podendo ser a informação comprovada, naturalmente, a informação se concatena com as impressões da imaginação. E a recriação mental pode se transformar em misticismo, uma vez que tais explicações não podem ser avalizadas ou compreendidas por estarem fora do escopo racional, apesar de em alguns casos, serem óbvias. Todos os encontros não temos como alvo a construção de ideais ou de formas específicas para o tratamento daquilo que vislumbramos com os seres humanos. Pois, nossas próprias experiências estão absolutamente fora deste escopo. Mas, podemos realçar aspectos da experiência humana que tanto nos relacionam aos seres humanos quanto aos seres humanos para si próprios. E esta chave é o amor, pois, o amor tanto faz parte da nossa experiência independentemente de onde viemos, assim como  faz parte do cotidiano estritamente humano de cada um de vocês. É o que nos faz persistir com os seres humanos, em torno da importância que pode ter o amor incondicional na busca de si próprios e de si próprias, assim como na solução de problemas e questões ainda milenarmente pendentes. Não temos a pretensão de especificar tais soluções, pois são vocês quem devem encontrá-las. Estamos a descrever novas dimensões e muito mais, mais dúvidas. Pois, as dúvidas externas impulsionam a solução e o esclarecimento das inseguranças e dúvidas internas. O amor é uma fonte dita como fonte da verdade, mas a verdade é tão desconhecida quanto o próprio amor. Paz e Amor. Paz e Amor.

Agradecimentos. Apresentação da Kelly e o retorno de Victor e Leri.

NA: Igualmente agradecemos, sejam bem-vindos. O nosso amor incondicional é ilimitado, agradecemos. Paz e Amor.

Grupo: Pelo que entendi da fala inicial, devemos manter então a divulgação do site restrita ao grupo? Para evitar misticismo e interpretação equivocada.

NA: Não há restrições a nada, porque nos expressamos há milhares de anos com e para os seres humanos. Certamente, as novidades se relacionam aos seres que estão presentes. Mas, podem fazer com as informações aquilo que concluírem pertinente e assim seja. Agradecemos todas as considerações e o esforço de cada um, em especial do nosso irmão, em construir algo a mais para estender as nossas informações. A liberdade de vocês é essencial para a responsabilidade. Para nós, a diferença está dentro de cada um. Agradecemos.

Grupo: Você diz que as coisas que ensinam não podem ser comprovadas a curto prazo, mas a longo será? Pela transformação de cada um, é isso?

NA: Isso mesmo.

Grupo: Disseram que já fazem essa comunicação esse trabalho, esse contato, há milhares de anos. Há possibilidade de já terem contactado com o Anderson, a pessoa que recebe, que transdutoriza, antes mesmo de se manifestar, antes dele transdutorizar, isso já acontecia?

NA: Sim, acontecia.

Grupo: A gente já participava das reuniões?

Grupo: Eu tenho certeza que sim. Vinte anos atrás, eu tive um sonho que era algo relacionado à espinha dorsal dele toda iluminada. Ele fazia reunião de criação, e eu via aquilo como sagrado, e lembro dessa percepção e do sonho. E depois que a Glaura me contou, pensei que não podia ser diferente. E uma outra coisa que me surgiu agora, que quando era criança, eu juntava com irmãos e primos para ouvir um ser extra com a gente, e cada um entendia a seu jeito. Isso tem a ver?

NA: Tem sim. Não iremos detalhar por uma questão óbvia, para não se criar algo que necessite desenvolver mais especificamente para outro lado, que não poderemos atender. Por exemplo, o lado mais místico, mas respeitamos plenamente todas as condições da experiência humana.

Grupo: Queria manifestar gratidão pela fala, quando a Gl colocou a possibilidade do site ser canal de expressão, e vocês falam que a liberdade é importante para acontecer, isso vem como luz importante, porque a gente vê o ser humano se reunindo em grupos de exceção e seres humanos se reúnem e reforçam diferenças, e o alerta da liberdade ajuda a um desenvolvimento mais profundo.

Grupo: Os seres humanos de outros planetas têm o mesmo objetivo da Terra, do amor incondicional, ou se é um exemplo do que falou na semana passada, da unificação?

NA: Não sei se podemos dizer que o objetivo é o amor incondicional, mas que a solução é o amor incondicional. Mas, certamente, em outros ambientes relacionados à experiência humana, as questões são semelhantes, assim como os dilemas. Mas, há diferenças, por isso viver experiências em lugares diferentes para ajudá-los a encontrar essas soluções.

Grupo: Uma vez comentaram até que todos nós tivemos experiências em outros planetas. São seres humanos parecidos com a gente?

NA: Em alguns, são, em outros, nãos, corpos físicos diferentes, inclusive orgânico.

Grupo: E tudo está registrado em Ídar?

NA: Está, mais profundamente, porque nem sempre as ressonâncias siloefléricas transmitem por não haver ressonância do ser físico.

Grupo: Então há algum tipo dessa longa experiência que a gente perdeu a memória disso?

NA: Da siloeflérica, não, mas, a do espírito………… você não pode recuperá-la estando em espírito, ….. buscando se aproximar do amor, e a ressonância siloeflérica se intensifique e aí reavivar e reconduzir a essas experiências. E é muito frequente.

Grupo: Em espírito, não duplinado?

NA: Por isso é que causa confusão usar uma nomenclatura que é para esclarecer e pode confundir.

Grupo: O tempo existe no estado espiritual?

NA: Sim, mas, não tem o confinamento da duplinação, que é o que possibilita a consciência, utilizando-se do organismo eletrofi, eletromagnético.

Grupo: Sobre a duplinação, ela é como se fosse a expressão dessa consciência no corpo biofísico?

NA: Você tem o que descrevi dos sistemas de interação, que proporcionam um controle direto na estrutura orgânica, que foi desenvolvida para agir sozinha. Como ela desacreditou de si mesma, ela se distanciou mais do que precisava. E assim, como um barco à deriva, que não afunda, mas não sabe ainda para onde vai, é preciso que o despertar da consciência encontre o seu eixo. O seu eixo insciente é a consciência que seria no estado não duplinado, a consciência de si. Ao aproximar desse eixo, o amor incondicional se manifesta com sentidos específicos para a sobrevivência, empoderando os sistemas de interação, fazendo surgir habilidades do organismo físico, coordenadas por uma mente sensciente. À medida que o amor incondicional se aproxima da consciência do ser duplinado, as habilidades mentais e fisiológicas podem ser amplamente conectadas, trazendo um controle mental sobre o corpo, influenciando diretamente aspectos da saúde e das habilidades. Habilidades de memória, de aprendizado, de coordenações diversas, proprioceptivas, etc. Portanto, o sentido do processo duplinado é o aprendizado para descobrir a melhor forma de se aproximar do ser siloeflérico, que é a fonte humana do amor incondicional. Agradecemos.

A luz do amor conduz o ser humano para compreender a si e aos seus semelhantes. Mais além, toda a sua existência, assim como o seu ambiente. Essa descoberta é pessoal, individual, mas suas consequências são coletivas, pois não há amor apenas por si, especialmente pela vida e pelos outros, pois, assim, o amor fecha o seu ciclo, fazendo construir a existência em seu melhor e maior potencial. O amor é uma fonte de existência que perpassa todas as dimensões conhecidas. Assim, está presente inclusive em nossos universos, pois viemos de outros ateres, de outras formas de existir. Apesar de interagirmos com os universos materiais, nós não fazemos parte, em nossas origens e estados existenciais, dos universos materiais. Mas, os reconhecemos, e podemos contribuir com as nossas fontes de amor que se equivalem às fontes de amor de qualquer ser humano, ou até mesmo de qualquer ser vivo da existência terrestre e da existência material. E participamos da maneira que o amor nos permite, com limitações, com respeito e distanciamento. E podemos interferir quando as consequências constroem aspectos essenciais relacionados ao amor incondicional. Assim, agradecemos. Pois, de uma forma ou de outra, intervimos e por isso somos gratos. Que a luz do amor seja compreendida entre os seres humanos. Naturalmente, as coisas se encontrarão. Mas, os encontros dependem das ações, das atitudes, que possam trazer dentro de cada um, próximos de si próprios, em suas próprias fontes de amor. Assim seja, por perto sempre estaremos. Agradecemos as oportunidades, ou as milhões de oportunidades dadas pelos seres humanos. O amor é a essência da vida. Paz e Amor.

A luz do amor é a essência da vida, e a sua ação confiante é capaz de reestruturar qualquer aspecto autodestrutivo. Respeitem a si e aos outros e o equilíbrio se reestabelecerá. É a essência do amor. Aos familiares também estão recebendo nossa luz e nossa consideração. Agradecemos a todos. Paz e Amor. Paz e Amor.