Encontro Semanal

A felicidade em curso em cada um

 

Paz e Amor.

O que é a felicidade? A felicidade é parte da noção consciente da existência, a noção que ultrapassa o saber de si, simplesmente. A felicidade é o sentimento do sol, o sentimento de existir plenamente, independentemente do que é. A felicidade está como o amor, em todos. Então, por isso, podem olhar para si, para descobrirem onde está a sua felicidade. O amor se encontra em seu eixo consciencial. A felicidade transita pelo eixo consciencial. Ela pode ser momentaneamente transparente para a consciência, mas, precisa também ser descoberta. Onde está a sua felicidade? Na respiração? Na transparência dos seus olhos? No pulso do seu coração? Na liberdade do seu movimento? Na sua capacidade de saber que você existe? De frente para os outros, a sua felicidade encontra-se em trânsito. Ela não é um objeto, não é algo perdido, mas pode ser encontrada. Ela está ligada ao amor porque transita do amor para o ser, do ser para o amor. Portanto, transita em sua consciência. A liberdade é parte da felicidade. Ela pode estar em um ponto. Ela pode estar em uma maneira. Pode estar perto, pode estar longe. A felicidade transita em seu ser, em seu corpo, em sua saúde. A felicidade coexiste em sua vida. Não é apenas uma palavra. É um sentido, uma compreensão, uma forma de ser. A felicidade transita em seu ser e é preciso descobrir como descobrir. A felicidade está no âmago da sua essência existencial. Por isso, podes encontrar. Não é um rato, não é um gato. É um fato. A felicidade não é um mito, não é mentira. É a pura verdade, quando se olha no espelho e reflete no seu corpo, um para o outro. A realidade difusa que se vive, muitas vezes, deflagra uma grande insegurança. A insegurança divide as opiniões. Os argumentos falseiam as ideias, manipulam os conceitos, mas não enganam os sentimentos. A felicidade independe da tristeza. A felicidade requer apenas o seu próprio reconhecimento de si. Olhe para o seu ser com leveza. Compreenda que não há pressa para nada. Não é preciso desapegar. Não é preciso se apegar. Não é preciso compreender, nem é preciso se ignorar. A felicidade transita em seu eixo consciencial. Basta procurar. Se ela é uma luz, irá clarear toda a escuridão. Se é uma escuridão, irá clarear o seu interior. A felicidade independe de todas as coisas. Porque apenas reconhece a si e aos outros em suas e nossas plenitudes de existir, coexistir, sensibilizar. A luz do amor transita pela felicidade. O amor recorre à paz para plainar a plenitude. A plenitude é a sinceridade dentro do seu ser. O amor transita pelo eixo consciencial através da felicidade. A felicidade não é mentira e nem fantasia. Não é imagem e nem é orgânica. A felicidade simplesmente transita, conduzindo o amor pelo eixo consciencial. A felicidade é a luz que se externaliza de si para os outros. Reconheça-se. A felicidade é a luz do ser em seu eixo consciencial. É preciso repetir e ecoar que a felicidade está em seu ser. Confie. E a felicidade transitará. Espere, sem expectativas, apenas confie. O sol não virá, a lua não passará, não se transformará. Ela é o que ela é, está lá no mesmo lugar, no mesmo eixo. A lua se movimenta porque está em sua órbita, na órbita de cada ser, o sol, a existência. Onde estão os seus insights de felicidade? Busque-os. A felicidade não é material. A felicidade está em seu ser. Busque a felicidade. O amor é o eixo da felicidade. A paz é a consequência. A felicidade conduz o ser ao seu destino. Mas, se o destino não confia no ser, o ser não confia no destino. A felicidade pode não ser percebida. Mas, ela está lá, assim como o amor está. Buscar a felicidade é uma ação simples. Apenas busque. Estenda a sua mão para a sua confiança. Acorde com a primeira luz. Pense que é feliz. Você é feliz? Por que? A felicidade, podemos ver nas energias dos seres humanos. Mas, sabemos que carece de ser encontrada, de ser reconhecida. A felicidade é como as cores no escuro. O vermelho está lá, o amarelo, o branco, o verde, o azul, o cinza, o vinho. A felicidade está lá. Apenas ilumine com a incondicionalidade do amor, é quando ela vê todas as suas cores. Esteja certo disso. Confie na luz da felicidade. Paz e Amor. Paz e Amor. Agradecemos. Agradecemos a acolhida.

Grupo: estou saudosa de estar aqui, presente de corpo. Gostaria de pedir, hoje de manhã a irmã de uma amiga fez sua passagem, queria que ajudasse nessa passagem, orientação.

NA: Assim seja. Já estamos acompanhando.

 

Grupo: O segundo, gostaria de pedir uma mensagem para xxxx, acompanhamento, para que inspirem e estejam próximos. Reforço o pedido, algo que pudesse tocar o coração, ajudar a se orientar.

NA: Agradecemos. Querida irmã, se há opções neste mundo, o mundo sempre lhe ofertará. Mas, se há percepção deste mundo, você deverá estar atenta. Pois há muitas máscaras que iludem e se fundem à paisagem, e quando não se conhece a essência de outros povos, também se difunde e se confunde com aqueles que conhece. Mas, é tudo ilusão. A ilusão quer dizer, por um lado, não ter consciência. Mas, por outro, não conseguir noção. Não se revele negativamente. Mantenha-se sob a luz de sua experiência íntima, sob o equilíbrio de sua beleza. Não se importe com aquilo que parece iludir. Aceite-se como és, e confie em sua força interior. Não abra espaços desconhecidos com desconhecidos. Aceite-se em seus desafios e caminhe com serenidade. Perceba-se, mantenha-se. Dialogue com as suas fontes primordiais. Não esqueça que elas são originais, e que elas podem reconhecer também as suas dúvidas, e trazê-la sempre para o seu eixo. Não tenha pressa, mas não se deixe enrolar. Seja serena sempre, como muitas vezes já esteve. Paz e Amor. Confie em paz e em amor.

Grupo: Gostaria, se possível, que dessem uma olhada no meu braço. Tem indicação de cirurgia, e minha dúvida é crescente, não sei como fazer para resolver o problema.

*** Atendimentos ****

NA: Sente-se, peço a permissão para vinda de nosso irmão.

*** fim dos atendimentos ***

 

 

J: Vejo que precisamos falar sobre boúges, porque muitas vezes, as questões na formação psicológica alteram a confiabilidade das paridades orgânicas, e isto faz muita diferença porque o corpo responde à mente e se a mente se engana, o corpo acha que está tudo certo e vai atrás do engano, e pode se adoecer. Cuide-se. Vamos fazer um equilíbrio. Paz e Amor. Podemos confirmar que a influência mental sobre a pressão em você é maior. Então, confie e siga as orientações médicas. E se vai fazer alguma mudança, dialogue com seu médico para que o que você não percebe não seja o mais importante. Agradecemos.

NA: Paz e Amor. Nossos irmãos, assim chamamos, pois sempre nos acompanham, transferiram suas energias de amor às águas, que refletem que a felicidade conduz a mente a um auto-reconhecimento equilibrado. Encontrar a felicidade é encontrar a si, consigo. Compreendam que a ideia de felicidade acompanha também a ideia de amor, que muitas vezes parece algo tão superficial quanto um pedaço de pedra, mas a pedra tem a sua estrutura, tem a sua existência, e o seu drama de auto-destruição. A própria natureza cuida da existência em sua dinâmica de ir e vir, de se transformar de uma coisa para outra, de uma forma para outra. A vida é muito mais do que isso. A complexidade da transformação da vida reside no fato de se poder transformá-la pela consciência, e isto é possível tanto em relação ao seu “espírito”, quanto em relação aos seus corpos, pois a duplinação é um confinamento pela transformação desta existência, e assim é realizada tanto pelo corpo, quanto pela mente. Quando corpo e mente, mente e corpo, se entendem, a felicidade se torna evidente. Amem-se, aceitem-se, descubram-se e estarão de frente à sua felicidade. Agradecemos. Paz e Amor. Paz e Amor.