Encontro Semanalonline

A saúde integral do corpo, da mente e do ser espiritual

O tema saúde é bastante explorado pela parte da humanidade que busca solucionar questões da experiência de viver a vida. Mas os maiores interesses parecem ser comerciais. Pedimos desculpa, quando fazemos alguma alusão às questões da experiência comercial dos seres humanos, porque frequentemente ela não resulta em benefícios para aqueles que são os mais fracos. E as disparidades dessas questões podem levar a disparidades entre aqueles que dominam e aqueles que estão sujeitos às dominações. Nós sempre abordamos as questões de saúde porque, evidentemente, se estamos criando diálogos entre a experiência mental e a experiência corporal por um lado, por outro, buscamos ampliar as possibilidades de cada um na medida em que revelamos observações não humanas. Por mais que essas estejam fora do chamado escopo científico, evidentemente, humano, vamos acertando, como muitas vezes já fizemos, um desenvolvimento que pode se estender da experiência humana para a experiência não humana. E vice-versa, de tal forma que possamos dialogar, buscando interagir na medida do possível, sem trazer transformações indesejadas para os seres humanos.

Mas a história humana realmente é repleta de retrocessos, como as ondas do mar: avança e retrocede, avança e retrocede. Esperamos que parte dos avanços possam ser significativos para essa humanidade. Então, a saúde parece ter muitas formas e significados. E, na medida em que há aqueles que lidam com a saúde como um todo, isso significa, portanto, muitas áreas de sobrevivência, podemos notar que entre essas áreas também há grandes disparidades, e talvez as maiores disparidades estejam entre a produção de alimento, a produção de medicamento, e todo o seu envolvimento político e econômico. Não estamos falando da situação vigente neste país, mas de uma forma geral, há manipulação ideológica em torno da saúde que todos esses fatores e outros contrastam com a miséria, com a fome, com a falta de assistência generalizada em todo o planeta, salvo os lugares evidentemente mais ricos que representam a menor parte dos seres humanos. Nós, não humanos, por estarmos acompanhando a humanidade há bastante tempo, podemos compreender a estagnação das situações de controle e de dominação, portanto, em relação às questões de saúde. Dito superficialmente sobre esses aspectos, evidentemente, são problemas suirsômicos que vão gerir a experiência de saúde de cada um. E sendo assim, não podemos esculpir nenhum significado, a priori, para tantas divergências, incluindo o cinismo daqueles que praticamente obrigam grande parte da população mundial terrestre de se manter submissa subservientemente em estado de tal desequilíbrio.

Mas como já abordamos temas relacionados à saúde, como lasmas, flasmas, boúges, e várias questões sobre os campos de energia, assim como todo o processo a respeito da mente e das dimensões da consciência, da exosciência, ou melhor, dos processos inscienciais. Certamente, tudo isso tem relação íntima, direta, com a saúde. Nós estamos preparando para abordar novamente sobre lasmas, flasmas e boúges, para as pessoas especialmente que têm interesse, sem excluir absolutamente nenhuma pessoa, mas vamos abordar mais especificamente para melhorar a nossa abordagem sobre esses assuntos. Compreendemos, diferentemente das maiores concepções sobre saúde, que há muito mais relação mental e “espiritual” entre o corpo e as questões relacionadas ao desenvolvimento suirsômico mental-corporal. As palavras se enroscam por serem autorrecorrentes, autocitantes, ou seja, os assuntos são imbricados em seus próprios processos de desenvolvimento. Então vamos, inicialmente, abordar com simplicidade uma lista de questões que pode melhorar aquilo que pode ser entendido ou deve ser entendido como sendo saúde. Não queremos dizer que vamos dar uma lista completa que pode ter centenas e centenas de expressões para que você possa melhorar a sua saúde. Mas vamos a algumas palavras ou frases que possam contribuir para que, inicialmente, façamos uma espécie de levantamento daquilo que precisa cada um compreender que o seu suirsoma, aquilo que acontece em sua vida, em seu corpo e em sua mente, que não seja direcionado pela sua consciência, ou pela consciência de outros, já possa ser considerado por vocês. Evidentemente, muitas das expressões são triviais, e vocês já têm abordagens próprias, autônomas, ou indicadas por qualquer outro que já lhe tenha indicado tais expressões.

A nossa primeira expressão não poderia deixar de ser aprender. Aprender qualquer coisa. Por exemplo, aprender a confiar em si. Parece simples, mas podemos verificar que não é. O primeiro aprendizado é aprender a confiar em si. Então, se você não é uma criança, aprenda a ser uma criança, e deixe a ingenuidade livre. Não tenha medo de ser ingênuo. A ingenuidade é um ícone da saúde, assim como o stress é um ícone da má saúde, pois o stress, normalmente é medo, e medo é falta de ingenuidade, porque o medo é uma ilusão.

E, portanto, vamos agora abordar algumas questões sobre corpo e mente. Por exemplo, energia corporal. Quando você pensar em energia corporal, relaxe. Deixe a sua energia fluir, seja ela abundante, seja ela escassa. Confie em sua corporalidade. Aceite aquele nível de energia que está em seu corpo. E aprenda a respirar. Aprender a confiar, aprender a respirar, aprender a se equilibrar, aprender a dialogar consigo. Por exemplo, pense em seu organismo, em seu corpo, como bem-estar. Bem-estar corporal, bem-estar mental. Veja, parece que a maior parte das pessoas não sabe que elas têm controle sobre o seu bem-estar corporal e mental. Mas, mesmo com saúde comprometida, ela pode atuar aprendendo a descobrir seu bem-estar corporal, seu bem-estar mental. Então, para isso, aprenda a dialogar consigo. Aprenda a compreender os seus problemas corporais, que são muitos, desde se achar feio ou feia, até se achar bonito. São problemas corporais, são problemas mentais. Aceite-se como és. Aceite as suas doenças. Nós não compreendemos doenças como vocês. Mas a maior parte das doenças, para nós, são resultados da falta de diálogo consigo e com o seu próprio corpo, consigo mental suirsômico. Se você dialogar com você, irá encontrar, como já demonstramos, as luzes de interação, e o diálogo irá lhe revelar as paridades da sua existência, e você poderá curar-se. Veja: aprender a confiar, aprender a descobrir o seu bem-estar corporal e mental, dialogar consigo é ampliar a confiança em si. Irá lhe trazer resultados efetivos, verdadeiros. Mas são seus resultados. Vamos aprender coisas de qualquer espécie. Não pare de aprender. Faça coisas para aprender. Qualquer tipo de coisa. Então, para isso, se interesse. Você precisa descobrir a sua mente, descobrir o seu corpo. Isso já é muito. A maioria dos seres humanos não se descobre, não interessa em si. Com tanta informação à disposição, às vezes, passa-se uma vida sem ler uma linha. Então, leia, escute! Pense, descubra a sua mente, o seu corpo! Reconheça em si o seu bem-estar corporal. Veja, é preciso aprender a se sentir bem. É também preciso reconhecer o seu bem-estar. Conecte-se, veja a flor ou as flores que estão tentando crescer e encontrar a existência. É o esforço do seu ser insciencial, que a todo momento precisa de você, pois o seu ser insciencial é você. Então, também é preciso reconhecer o seu próprio esforço. Reconheça o seu esforço, por mínimo que ele seja, pois, assim você acreditará mais em você. Também, é possível e é preciso criar. Crie alternativa para tudo. Crie alternativa para todas as situações e questões que surgirem em sua frente, em sua experiência, em seu entorno. Crie alternativas ajudando a si, ajudando aos outros. Os seres humanos são amplamente criativos. E faz muito bem para a saúde, pois equilibra a relação entre confiar em si e confiar na existência. Criar coisas, criar traços, ideias, sentimentos, pensamentos, arte. Crie música, desenhe, pinte, conte histórias. Crie alternativas para a sua vida. É encorajador! Não deixe de fazer uma nova experiência. Crie alternativas. É muito importante lembrar! Lembre, lembre. Lembre coisas boas ou importantes. Pense, lembrando sobre o seu suirsoma. Lembre da infância, de coisas boas, comente com os amigos, com os irmãos, e até com os estranhos. Lembre, lembre, lembre. Lembrar reativa o organismo como um todo, e os processos de lembrança que são ligados à experiência suirsômica irão fazer revisões, ajudá-lo a fazer revisões importantes. Não esqueça das coisas boas que você viveu. E analise, não se criticando, mas percebendo e aumentando a noção das coisas nocivas, erradas ou injustas que você fez. Lembre para reafirmar a sua transformação. Reconheça-se na sua experiência! Reconhecer-se no seu espelho mental, e também no seu espelho físico. É importante para lembrar que você é quem você é, é quem você se faz. É como você se faz. Encontre a coragem. WÜEZAWN, que é como chamamos a coragem. Wüezawn. Encontre a coragem. Encontre a volição. MIZAWN. Encontrar a volição é encontrar a vontade. Tenha vontade de fazer aquilo que você faz. Esqueça a preguiça! Tenha vontade! A força da volição, ela é uma vitamina para a saúde. A força da coragem restabelece os laços bioquímicos da volição. E ajuda no equilíbrio existencial. Por isso, falamos as duas palavras que têm a mesma raiz, tanto da coragem quanto da volição. Azamuanadaishire (?). Não precisa dizer, mas é a relação entre volição e coragem para a sua força interior. Encontre a saudade! Encontre todas as saudades que estiverem em seu coração. Todas elas irão ajudar o sistema imunológico. Então você pode ver que, no caso, a saudade é AVZAWN, que é separado a força do amor. Que é a força da saudade. Aprenda a esperar! Tenha sempre paciência. Não tente resumir a sua vida. Se tiver que demorar para fazer uma coisa, demore. Se tiver que esperar o mais lento, espere. Se tiver que deixar um tempo passar, deixe. Aprenda a esperar! Respeite os seus impulsos arrogantes com humildade. Vou repetir: respeite a arrogância que está em você com humildade. Só a humildade pode transformar a arrogância. Aprender a ser humilde é muito importante. Encontrar a certeza humilde. A certeza humilde é saber de si aos olhos do Sol. Os olhos do sol é a luz na potência emitida pela natureza. É preparar-se para receber e compreender a incondicionalidade do amor. Respeitar a arrogância humilde. Encontrar a certeza humilde. Somar a bondade. Ora, quer ser mau? Seja, e assuma os seus problemas de saúde. A maior parte dos problemas de saúde relaciona-se à perda da ingenuidade em relação a ser bom, a ter um coração ingênuo, que aceite a si como és, e que por isso mesmo, confia em si. Encontre o nascer! Perceberá com nitidez a liberdade da ingenuidade. O nascer do sol, o nascer de um animal, o nascer de um ser humano, o nascer de uma descoberta, o nascer de uma noção. Encontre o nascer! Subtraia o negativo! Quando se subtrai o negativo, há uma conversão positiva. Destituir-se do negativo é tornar-se positivo. Aceite-se, negue o negativo. Encontre a coragem para subtrair aquilo que você percebe de negativo em si. Saiba, a dor não é negativa. A dor é um alarme, mas é também uma grande possibilidade de transformar a sua experiência em amor. E, por isso, aprenda a dividir o amor. Se há amor em seu sentimento, divida-o com os outros. Seja amoroso, amorosa. Seja a bondade, seja o altruísmo. Aprenda a sonhar conscientemente. Sonhar é sentir Kalamatsana. Sonhar é encontrar a vida diretamente, é estar em contato com o seu ser integralmente. Espelhe e espalhe a sabedoria dos seus pais. Tudo aquilo que você aprendeu de positivo, de verdadeiro, aprenda a transferir para os outros e para si próprio, ou para si própria. A experiência dos pais é a experiência do amor, portanto, aprenda a reconhecê-la. Lembre, sinta, transfira para outros. Sinta o sentido! Tudo na experiência humana requer, retém e vai ao encontro de um sentido. Sinta esse sentido! Esteja atento, e atenta aos sentidos de todas as coisas. Esteja ligado a esse sentido, pois é a partir desse sentido que irá compreender a humildade. Então, siga a humildade, siga a humildade! Seguir a humildade é seguir a luz incondicional do amor. Ouça os subliminares mentais. A todo instante o seu ser insciencial lhe avisa sobre o seu suirsoma, mas a maioria das pessoas não escuta a si mentalmente. Aprenda a escutar-se, a auscultar-se, a vislumbrar-se! Compreenda que há sempre subliminares mentais. Ouça a natureza! Ouça a chuva, o fogo, o ar, o vento, o calor e o frio! Ouça as correntes de água! Onde há água, a natureza mostra alguma coisa, e os seres Intai costumam se valer das expressões da natureza e se expressam muito frequentemente. Ouvir a natureza da sua experiência mental, a natureza do seu organismo físico. Escute o seu corpo, escute a sua mente. Creia em seu corpo! Creia! O seu corpo lhe dá muitas mensagens, pois o processo dos sistemas de sistemas matriciais de paridade, eles se expressam incessantemente, pois tudo no seu organismo físico é resultante de um processo insciencial corporal. E assim sendo, aprenda a crer no seu corpo. Aprenda a sentir a intuição. O que é a intuição? A intuição, ela resvala informações quase sempre objetivamente. Mas se você não crê, não irá descobrir o que a intuição intui. Então, seja intuitivo. Aprenda a intuir. Creia em sua vontade. A sua vontade, a força volitiva, ela se relaciona com todos os aspectos da sua saúde. Quando você se nega, quando você não crê em si, a sua experiência corporal irá mostrar, por meio de desequilíbrios, que é importante para você crer na sua vontade. Não seja exemplo para tudo! Não seja pretencioso! Não queira ser exemplo para todas as coisas, boas ou ruins, mas reconheça em si o seu próprio exemplo para si mesmo, ou para si mesma. Compreenda que se você não é exemplo para todos, porque a humildade está ao seu dispor, não quer dizer que a humildade não vai lhe mostrar o exemplo que você é para si próprio ou para si própria. Encare a verdade! O que é a verdade? Não precisa elaborar uma linha sobre a verdade. A verdade pode ser qualquer coisa, e qualquer coisa que seja sincera e que lhe transforme é em seu ser a verdade. Encare a verdade! Aprenda a reconhecer a verdade! Amplie as suas noções sobre a experiência de viver a vida. Reconheça os seus erros, aceitando-os, aceitando-os! Compreenda que você pode ser sincero ou sincera consigo. Evite a mentira!

Alimente-se sem lhe impor. Alimente-se, seja de alimento para o seu corpo, seja de alimento para a alma. Mas não lhe imponha alimento. “Ah, mas o médico mandou!” Mas você não quer e não gosta. Não se alimente por imposição. Ou você aceita, simplesmente, ou se você não aceita, não se alimente por imposição. Mastigue o alimento, seja ele mental, seja ele ideológico, seja ele uma informação, ou um alimento para o corpo, mas mastigue o alimento pensando no Sol. O pensamento no Sol irradia muitos benefícios para a saúde. Saibam! Não vamos explicar isso neste momento. Mas compreendam: mastigue pensando na luz do sol. Imagine o sol em qualquer situação.

Não revele os seus segredos para qualquer pessoa! Os segredos fazem parte da sua constituição. Sejam eles coisas boas ou coisas que você não considere boas. Não os revele para qualquer pessoa. Não faz bem para a sua saúde porque você vai trair o seu corpo! Seja altruísta, ajude aos outros, ajude a vida, ajude a experiência do amor incondicional. Seja altruísta. Para isso, seja confiável. Não traia! Trair a confiança de alguém faz mal para a saúde. Mas se isso acontecer, não seja desconfiado. Lembre-se da primeira luz, lembre-se das pequenas certezas. Não lamente, não imponha aos outros qualquer coisa, não escravize, não faça ninguém de bobo. Confie na inteligência das pessoas, mesmo que estejam sendo ingênuas, principalmente, por isso. Reconheça e lembre-se de quem te ajudou. Seja grato e humilde (repetiu). Aceite os desafios sem temer nada, não tenha medo de viver a vida. Não tenha medo de se expor ao ridículo. Confie em si e principalmente não traia a si próprio ou a si própria. Socorra a quem precisa. Se tiver alguém precisando de uma palavra, dê pelo menos um gesto. Aceite-se! Aceite ao outro! Atualmente a humanidade pisa em si sem nenhum medo de si mesma. É preciso que você socorra quem precisa. Levante o olhar quando se sentir humilhado. Se for o caso de estar sendo escravizado, levante o olhar, olhe nos olhos de quem humilha e seja humilde. Aceite, mas não abaixe o seu olhar. Ele irá gerar resistência em seu ser. Não escolha as coisas sem pensar, não escolha sem pensamento, pois, se for o caso, porém, não reclame se não escolheu. Aceite o seu desafio! Visite o bem querer, compreenda que querer bem é transformar positivamente muitas vezes as situações que não têm mais solução. Sonhe com a vitória! Deseje bem às pessoas. Desfrute das coisas que estão ao seu dispor com leveza e com humildade. Não desfrute, exacerbando, ostentando. Aceite com leveza. Se for se revoltar com alguma coisa, revolte, mas em silêncio. Aprenda que a revolta, quando em silêncio, alcança a razão. A revolta barulhenta só tem sentido no sentido coletivo. A revolta individual deve ser silenciosa, baseada na humildade. Não aceite a opinião dos outros, ou melhor, aprenda a conviver visando o respeito. Aceitar a opinião é um ato de concordância, e é preciso diálogo. Opinião é opinião! A pessoa pode ter razão, mas sempre aprenda a conviver visando o respeito. A opinião alheia é uma possiblidade. Sempre, sempre lave a alma! Sempre limpe o corpo mentalmente. Lavar a alma não é um júbilo, como pode parecer, mas limpar-se de corpo, mente e espírito. Acenda fogos no coração! O coração precisa de calor! O coração é dos pontos da estrutura corporal mais quentes, e que mais gasta energia no corpo, e precisa de energia, de calor, de fogo. Portanto, lembre-se do sol, quando pensar no coração. O sol é quente, irradia, mas é tranquilo. Tranquilo na medida em que se aceita. Retribua, estenda suas mãos a quem precisa. Observe sempre de perto, sempre tem alguém que você precisará ou retribuir ou estender as suas mãos. Ninguém está sozinho! Observe as más ações para não repeti-las. Reconheça aquilo que você não concorda e, portanto, não repita. Domine o seu espaço, limpando-o. Limpe o seu espaço físico com humildade. Não acumule sujeira em seu entorno, pois isso irá refletir em sua experiência de saúde. Seja leve e sutil para falar da vida. Não pese a experiência da sua vida. Seja leve, seja tranquilo, sorria, mesmo que não esteja com vontade de sorrir. O sorriso não depende da graça. A gargalhada, sim. Vibre em silêncio, deixe as lágrimas caírem naturalmente. Seja fiel a si. Seja simples. Não repreenda a sua simploriedade. Não se exponha negativamente para ninguém! Não exponha a sua parte negativa, os seus erros, ou qualquer que seja para os outros, pois estará ajudando os outros a reafirmarem as suas negatividades. Aceite-se sempre, mesmo que esteja errado, amplie, portanto, a sua noção do que que é errado e não repita o erro. Construa as suas vontades! Lembre: é preciso crer nas vontades. É preciso encontrar as suas vontades, aprender a construir também as suas vontades. Viva a dor, pensando que é uma dívida de amor! Compreenda que as dores relacionam-se com algo que podem se transformar em experiência de amor. Ou você compreende a incondicionalidade do amor, ou a dor se perdurará, Aprenda a reconhecer a si, confiando em si, amando-se. E amando aos outros. Vislumbre coisas boas. Aceite o negativo como exemplo daquilo que não será em si o fato na sua experiência. Aceite o negativo como exemplo, não como fato. Crie orações, rezas, afirmações, intenções, frases que possam ajudá-lo a encontrar aquilo que você quer, o que esteja ao seu alcance e para ajudar aos outros. Reconheça, reconheça: a vida é bela! Reconheça: você é a vida! Reconheça: a energia da vida é a sua experiência suirsômica! A experiência de viver da melhor forma possível lhe dará força, lhe dará energia, lhe dará alcance mental, desenvolvimento e melhorará as suas noções por uma vida melhor para si, para os seus e para os outros. Para nós, isso e muito mais é saúde. Agradecemos.

Grupo: Como ninguém ainda se inscreveu, eu queria começar fazendo um pedido de acompanhamento, na verdade, alguns. Em primeiro lugar, pedir para acompanhar a passagem ontem de um colega nosso, Xxxxx Xxxx Xxxxx, que ele seja acolhido e receba o amor, o amor nosso também, as nossas energias, e siga em paz.

NA: Estaremos acompanhando. Agradecemos.

Grupo: E pedir também para nos acompanhar, na minha missão com meus irmãos na próxima semana e também ao Xxxx, para que tudo corra bem. Muito grata.

NA: Acompanharemos a todos e agradecemos.

Grupo: Boa tarde. Agradeço a bela exposição que você fez para a gente sobre saúde, que extrapola nossa percepção como humano. Mas gostaria, se possível, que você pudesse falar um pouco mais quando você disse: lavar a alma. Esse exercício, eu faço a partir dessas afirmações que você nos trouxe, mas tem outras atitudes, outros pensamentos, outros gestos, outras formas que eu possa fazer, de modo efetivo, essa limpeza da alma, energeticamente?

NA: Agradecemos. Nós vamos abordar novamente os lasmas, flasmas e boúges que são processos da espiritualidade, mas também processos físicos das energias do corpo de seres Intai que atuam em favor, mas às vezes também negativamente. Assim como dos seres Bianggnen. Bianggnen que são os chamados demônios, que para nós não têm essa conotação, mas que frequentemente estão engendrados em processos mentais e espirituais complexos, e podem se manifestar de acordo com uma série de questões. Um assunto um tanto polêmico, e muitas vezes evitamos de abordar, por requerer um pouco mais de estrutura mental para se abordar o assunto. Mas há muitas questões e possibilidades sobre esses assuntos e um deles é a limpeza da alma. Sempre que nos expressamos com a palavra alma, estamos tentando ampliar a alma como sendo uma resultante da relação entre os seres Intai e Aintai e as diversas questões em torno da mente e do corpo e da experiência da vida em si. Então, a colocação é, a priori, algo mesmo de limpar mentalmente de pensamentos desconstrutivos ou negativos acerca de si, e acerca de alguém também. Sempre os pensamentos negativos são pensamentos que precisam ser transformados.

Grupo: Entendi, agradeço. Essa sua exposição, a gente precisa pensar mais para fazer mais perguntas, porque depois que a gente estuda é que vêm as dúvidas. Mas aqui já deu bastante coisa para pensar e eu achei muito interessante quando você falou em Bianggnen, mas eu não sei porquê quando você falou esse nome e associou ao demônio, alguma coisa despertou dentro de mim, como se eu já tivesse ouvido isso, em algum momento, não sei como, mas me trouxe uma lembrança de conhecimento, não sei porquê, ou é alguma coisa que eu li, que eu ouço muito, estudo muito, me soou familiar. Mas agradeço muito.

NA: Igualmente agradecemos. Esse tema é muito destorcido. Depois abordaremos e faremos um histórico a respeito, se for do interesse de vocês. Como há bastante assunto engatilhado aí, teremos que ver o que é importante para vocês. Agradecemos.

Grupo: Boa tarde, muito grata. Queria pedir uma mensagem, se for possível, para uma amiga, ela e a esposa dela estão pretendendo fazer uma gestação, ela colheu os óvulos para fazer a inseminação e ela está com muitas dúvidas, principalmente a família tem muitas restrições com relação às questões espirituais e como seria esse processo e então se puder mandar uma mensagem pra ela. Se for possível, eu agradeço muito de como isso pode ser visto.

NA: Igualmente agradecemos a oportunidade. Caras amigas, a experiência da vida sempre é uma experiência que nós chamamos de suirsômica. Isso quer dizer que sempre haverá bons motivos para se viver a experiência de viver a vida. Para algumas pessoas, isso pode ser feito por meio de uma aceitação de uma criança que já está viva e por isso essa experiência pode trazer benefícios, que é aceitar aquele que já está vivendo. Mas, da mesma forma, e não há uma diferença tão grande na ação, porque é uma experiência altruística, a experiência de doação, de aceitação, e espera-se que a base dessa experiência seja o amor incondicional. Tanto para os casos de inseminação com doação de esperma ou de óvulos, ou de ambas as questões, o amor será necessário, independentemente se a experiência da pessoa relaciona-se à alguém que venha de dentro do seu organismo biológico, pois aquele que vem no âmbito espiritual, não irá marcar, esperar que isso seja essencial, mas irá esperar uma experiência de amor. Se é o amor que está conduzindo essa necessidade, o amor incondicional, ele se iguala ao amor que vem da experiência heterossexual. Independentemente das condições, o amor é a referência, e se assim for, assim poderá ser feliz como qualquer ser humano, deixando bem claro que a felicidade é preciso que seja compreendida e ainda infelizmente não se compreende. Então deixamos bem claro que à luz do amor incondicional, as possiblidades suirsômicas se aproximam daquilo que um ser, seja compreendido como o Deus ou o ser Ranamás, determina como referência combinada com cada um para vir viver a duplinação. Que seja por intermédio do amor incondicional. Agradecemos. Paz e Amor.

Grupo: Eu que agradeço. Muito obrigada. Mnahrkiwon

Grupo: Queria fazer um pedido para a Xxxxx. Ela deduplinou há dois dias, muito nova e já tinha o pai dela, o Xxxxx, já tinha deduplinado há alguns anos atrás. São pessoas que dedicaram a vida toda à arte, muito queridas. Queria pedir um acompanhamento para ela, para o Xxxxx, e a Xxxxxx que ficou. E falar para ela que o que precisar, a gente está aí.

NA: Agradecemos a oportunidade, e estaremos acompanhando a transição. Normalmente a transição dos artistas é sempre uma resposta que a arte dá como possibilidade para o espírito e dessa forma a transformação é sempre iluminada. Acompanharemos. Paz e amor.

Grupo: Obrigado. Achei interessante nesse encontro de hoje como tudo é por um tecido, uma teia, acho a condição humana ainda muito frágil diante dessa relação de confiança e de amor, então se a gente não ficar atento, se a gente não se policiar, a trama puxa para um lado, ou puxa para o outro. Ou puxa para o lado do amor. Se a gente relaxar, no mal sentido da preguiça, a gente acaba esquecendo de como confiar na gente. Achei muito bacana esse caminho do encontro de hoje. Tipo assim: vamos desenhar. Foi um desenho esse encontro de hoje.

NA: Agradecemos, concordamos plenamente, pois cada um tem suas possibilidades, ao alcance da sua mente, da sua inteligência, da sua sensibilidade. Cada um pode melhorar a sua saúde, além daquilo que se deve fazer, evidentemente. Mas, é importante que se perceba quantas coisas envolvem o seu bem-estar, a sua experiência de vida, de maneira que você possa seguir em seu suirsoma, encontrar e se aproximar da sua própria luz de amor.

Estejamos todos seguindo aquilo que sente em seu coração, que é para você fazer na sua vida. Não tenha medo, não tenha receio. Não se esconda, ao mesmo tempo não se exponha inutilmente. Defenda-se. É importante que não se perca a ingenuidade, ao mesmo tempo não é preciso ser tolo para perceber como os outros que querem destruir a humanidade mais frágil, desfazendo das inteligências das pessoas, e não reconhecendo as suas habilidades e suas possibilidades. É o egoísmo que domina, a ganância, a vaidade, e a cor daquilo que eles tendem a implementar para dominar a experiência humana. Essa cor é uma cor chamada dor. E por isso, mesmo assim, é possível transformar a experiência humana em uma experiência de amor. Sejamos todos nós, incluindo a nós, a possibilidade de transformação dessa experiência, de uma forma generalizada, em uma experiência incondicional do amor. Agradecemos a todos. Paz e Amor. Paz e Amor. Mnahrkiwon.

Leave a Reply