Encontro Semanal

Primeiro Encontro de 2020

Paz e Amor, Mnahrkiwon.

Agradecemos as participações de nossos irmãos e o diálogo frutífero e enriquecedor. O assunto será transferido para a próxima semana, em que falaremos sobre permeabilidade mental.
Iremos fazer o contato com o pedido do nosso irmão (xxxxx) sobre xxxxx. […]

Grupo: Sobre o exercício que você nos ensinou no texto do Ramanitsao, você fala que num segundo momento, iria explicar sobre as sensações quando passamos os dedos próximo no couro cabeludo. Deixo esse pedido, quando você puder voltar a esse assunto, porque certos pontos da cabeça eu sinto uma pressão bem grande quando eu passo o dedo.
NA: Isto é bom, mas acredite no que você sente, ou seja, se você sente bem, está tudo bem. Se você não se sente bem, pare. Apenas identifique e localize, pois esse é o exercício até agora.
Grupo: Eu queria falar sobre ele também. Sobre esse exercício, a minha quantidade de cabelo me atrapalha muito. E, principalmente na hora que eu vou fazer longe da cabeça, fica muito longe. Eu tenho dificuldade de sentir. É isso mesmo?
NA: É isso mesmo. Entretanto, há uma alternativa, se for adequada, ou pertinente. Que é: molhe o cabelo. Inclusive aumentará as impressões.
Grupo: A minha pergunta é o contrário dessa. No caso de quem não tem cabelo, faço tudo no couro cabeludo, mas eu me sinto bem. É isso mesmo?
NA: É isso mesmo. É mais fácil. Mas não indicamos que cortem o cabelo para fazer.
Grupo: Mas você, na próxima vez, vai explicar pra gente o que é cada ponto, cada sensação, o que significa? Ou entendi mal?
NA: Isso depende do desenvolvimento de vocês. É possível se desenvolverem nesse nível.
[….]

Grupo: A minha filha está passando por momentos de inquietude, de insatisfação e, ao mesmo tempo, sem saber definir qual o seu desejo. Sem querer interferir, como posso auxiliar nesse processo?
NA: Muitas vezes, por questões pessoais, os filhos se opõem às compreensões dos pais, de ambos, ou de um dos pais. Sempre buscamos transmitir que a experiência do amor pode encontrar soluções de intercâmbio, buscando-se sintonias, como já exemplificado hoje, que possam surpreender, muitas vezes, na mesma paridade dos jovens. Isso quer dizer, através da mesma linguagem que, às vezes, pode ser diferenciada. Muitas vezes, mesmo não tendo um distanciamento entre pais e filhos, mães e filhas, é preciso um avanço por parte dos pais e mães, já que em algumas situações a oposição já é a ação dos jovens. É preciso pensar como se pode criar diálogos diferenciados daqueles do cotidiano. São bons desafios que costumam ser bem-sucedidos. Tenha em mente se as razões se justificam pelas ações de seus filhos. Muitas vezes, a preocupação reside no fato de haver interferências dos próprios amigos e essa suspeita muitas vezes é validada. Então, qual pode ser a ação de diálogo diferenciada para aproximar os denominadores comuns? Certamente, não são equações matemáticas, mas equações entre a mente e o coração. Paz e Amor.
[….]

NA: A luz do amor pode fazer transformações realmente verdadeiras. Mas, algumas vezes, apesar da realidade apresentar fantasias mais absurdas, o amor está na essência do eixo consciencial de todos os seres humanos. E quando se diz isso, pretende-se apontar as formas mais próximas, verdadeiras, possíveis de alcance de suas defesas e de soluções de problemas pessoais, familiares e íntimos. Não tenha medo, tenha coragem. Não se diz: Arrisque! Mas se diz: Enfrente! A luz do amor, a força do amor, a compreensão do amor, o acesso que o amor proporciona, a iluminação das escuridões, a abertura para o pensamento, a compreensão de muitos sentimentos, são possíveis por meio da adoção de sua própria luz de amor. Ela não é externa, como se viesse de fora. Ao contrário, vem de você. Mas, é preciso paciência e persistência. É preciso observar a si e adotar a sua confiança. Confie em sua luz de amor. Ela já se manifesta e na medida em que tocas por si com as suas mãos nessa luz de amor, é porque ela manifesta como processo de transformação de si e de outros, em torno de si. O amor não é individualista. É coletivo, e quando ele se manifesta de si para os outros, os outros passam a usufruir, por ressonância, também de seus próprios amores íntimos e incondicionais. É possível fazer isto estar sempre em ressonância. Confie em si e sejam altruístas. O altruísmo é uma chave para fazer reverberar o amor. Paz e Amor. Paz e Amor. Agradecemos. Bem-vindos ao novo ano.
Grupo: Eu queria muito agradecer por mais esse ano e celebrar o nosso vigésimo ano juntos. Muito grata.
NA: Assim faremos. Agradecemos. Paz e Amor. Mnahrkiwon.