Sem categoria

As hegemonias da felicidade e as resultantes tehili

 

Paz e Amor.

Há muitas forças que tendem a orientar aquilo que acontece com cada um. Essas forças são resultantes matriciais de sistemas matriciais, o que significa uma grande complexidade de situações que resultam na simplicidade daquilo que acontece no tempo e no espaço. Os mundos físicos não são apenas mundos físicos. Eles resultam da interação complexa, coletiva, de todos os seres e essas interações que selidem de campos existenciais fora dos universos bariônicos, ou seja, dos universos físicos. Muitas vezes, aquilo que acontece com cada um pode ser planejado pelos suirsomas, a partir da interação com os Ranamás. Mas, o mais frequente é, de fato, as coisas acontecerem margeando ou entrecruzando os caminhos suirsômicos. Há muitas forças que tendem a levar a situações, integradas às vezes pela própria natureza, entendendo-se que a natureza pode ser mais do que os seres humanos consideram como sendo a natureza. As transformações orgânicas fazem parte dessas resultantes, porque elas são originadas dos fluxos da interação entre o ser insciente e a sua proposta de duplinação, ou seja, como ele viverá nos horizontes físicos. Portanto, isso não pode ser tão previsível. Essas forças são as forças tehílicas, ou as forças Tehili. São as tendências que acontecem em torno, interno e externo a todos. Todo o conjunto planetário e extra-planetário, porque muitos vieram de outros planetas também. As forças Tehili são nada mais, nada menos, do que aquilo que se compreende como resultantes dessas complexidades dos sistemas matriciais de sistemas matriciais. Elas formam redes interconectadas, transformadas em processos existenciais e garantem aquilo que deve acontecer. Mas, essas forças são apenas resultantes de um todo complexo. Podemos dar vários exemplos das forças Tehili. A sorte é uma força Tehili. As mentalizações captam e influenciam as forças Tehili. E muitos processos orgânicos ou da natureza física relacionados à vida também são forças tehílicas. Então, compreende-se que essas forças têm determinadas características, como padrões aleatórios gerados pelas circunstâncias da vida, ou padrões gerados pela vida, mas fora do âmbito da consciência. Padrões inscientes que buscam cumprir seus processos suirsômicos. Então, também os suirsomas são regidos por forças Tehíli. A abrangência dessas resultantes na vida dos seres humanos e de outros seres, relaciona-se intimamente com os seus sucessos e fracassos na sobrevivência ou nas ações que buscam se desenvolver. As forças tehílicas podem ser influenciadas, especialmente, quando não se tem acesso aos seus padrões aleatórios. Pois, uma vez que se determina, determinadas condições podem ser atendidas por essas resultantes, ou recusadas. Assim, sendo, tudo que se faz, reafirmando na experiência de viver a vida, realça-se como força Tehíli. Há que se aprender muito com essas forças, pois elas resultam de suas condições para atender aquilo que acontece em seu ser. O exemplo a trazer no momento é a felicidade. A felicidade, a nosso ver, é uma força Tehili. Entretanto, sua base hegemônica precisa ser creditada ao seu ser. Pois, a felicidade é regida pelo amor incondicional. Desta forma, não há felicidade baseada em alguma condição. A felicidade advém do propósito de amar a si, reconhecendo-se incondicionalmente para a vida. As forças Tehili baseadas no amor são de extrema potência diante daquilo que se formula para a vida de cada um. Certamente, a imperfeição humana reforça tais resultantes de maneira a trazer a experiência negativa como parâmetro de suas reações às agressões vividas entre os seres humanos. Mas, reconhecer-se confiantemente na incondicionalidade do amor é encontrar as resultantes Tehili da felicidade. Confiar plenamente naquilo que a vida reserva para você resulta em forças Tehili capazes de trazer a felicidade. Mas, sempre reforçamos que a confiança determina se de fato essas forças atenderão às suas solicitações. Faça o teste. Em qualquer condição aleatória ou desconhecida da sua vida, você pode influenciar incondicionalmente o que precisa e o que deseja. Pois, as forças Tehili constituem a energia necessária do mundo físico e de outros mundos, para que o universo lhe atenda fielmente. São as forças Tehili. São as resultantes daquilo que constrói para si e para os outros, daquilo que entende, aceita e concebe. Eu na realidade. Tais as condições fiéis entre o que você confia e o que acontece, isto é, se você acha que vai dar errado, você reforça os campos Tehili para darem errado, e isso é um exercício antigo, também coletivo da própria humanidade. É preciso e é possível, na incondicionalidade do amor, confiar em si e compreender algo mais de sua própria natureza. O exercício de viver a vida precisa ser exercitado para superar o exercício negativo de destruí-la. O amor é a essência que direciona as tendências daquilo que vai acontecer em seu ser. São as forças Tehili. Essas forças realizam o que acontece cotidianamente em sua vida. Reconceba, reavalie e reconstrua, crendo fielmente, e a vida se transformará pela natureza de si: as forças mentais que interagem com as paridades da experiência mental e corporal, do sentimento, das impressões, das ações, dos planejamentos, que enfrentam frustrações, inseguranças, dúvidas, vazios, solidões, e toda espécie de isolamento e auto-confinamento. As forças resultantes Tehili são aquelas que cotidianamente são construídas por você e por todos em volta de você. Então, dialogue consigo e com os outros, reforçando que essas forças resultantes, elas podem lhe levar aonde quer cada um, em sua experiência de sobrevivência e de vida. O amor é a essência das forças Tehili. Paz e Amor. Agradecemos.

Grupo: Quero agradecer a presença de todos. A princípio minha vontade de trazê-los aqui, sempre sinto que vocês devem vir trabalhar aqui na região, no prédio, gostaria de pedir essa vibração para essa região toda, para as pessoas que moram aqui.

NA: Agradecemos e há tempos agimos cotidianamente nesses lugares. Agradecemos as oportunidades.

Grupo: Existe alguma situação onde as forças Tehili não têm atuação, seria uma falta, falta de amor?

NA: A resultante Tehili é muito complexa e ela está intimamente relacionada ao suirsoma. Então, aquilo que acontece, sem a participação da influência pessoal e/ou coletiva, é também atuação dessas resultantes, pois elas são o que deve ser. Só que elas podem ser transformadas, pois normalmente são fora dos níveis de consciência. Já falamos sobre as forças Tehili sem dizer que são as forças Tehili. O exercício de encontrar coisas e pessoas perdidas, ou os objetos em suas coincidências e sincronicidades são resultantes Tehili. Quando se imagina que terás uma vaga, estás se encaixando com as forças Tehili, e quanto menos consciência, mais provável a interação com as forças Tehili. Mas, o exercício possibilita o alcance da consciência a essas resultantes, o que faz com que transforme o que vai acontecer. Você pode exercitar com números aleatórios, ou com situações aleatórias, buscando a confirmação que vai surgindo à medida que exercita. Elas surgem porque há conexão. Todo o sistema orgânico é intimamente relacionado, de forma ampla, complexa, mas intimamente relacionado às ordens que a sua consciência pode emitir, tendo-se em mente que isso só acontece na proporcionalidade da incondicionalidade. Isto é, confiança. Sem a confiança, não há conexão. Então, nada acontece. A vida segue em suas resultantes Tehili que já iriam seguir, baseadas em seu suirsoma.

Grupo: Aí tem relação ao que se liga.

NA: Bem lembrado.

Grupo: O que é isso?

Grupo: Algo que ele trouxe lá atrás, ao que nos ligamos, para fazer a conexão.

NA: Essas são as forças Tehili. Tudo que acontece com você.

Grupo: Mas, podemos interferir.

NA: Podem.

Grupo: E sinto que quanto mais essa conversa simplifica, vai mais direta, vais desconectando aos condicionamentos, e se conectando a algo mais direto e simples.

NA: Muito bem.

Grupo: E tem a ver com o aguardar. Você saber que vai acontecer mais deve aguardar.

NA: Muito bem. Quanto mais próximo do amor, mais próximo do eixo consciencial, mais confiante e mais poder, que poder quer dizer que você pode. Por exemplo, a humildade é próxima do amor. Ser humilde é ter consciência, não apenas da sua inferioridade existencial, mas também da sua sensibilidade existencial. A inferioridade não é uma ofensa, é uma virtude, mas precisa ser reconhecida, pois potencializa a elevação da espiritualidade, no sentido de que se coloca em equilíbrio com as forças Tehili, com os suirsomas, com a descoberta da vida. Para que ela serve? Para você viver isso. Encontrar a si na incondicionalidade do amor. Isto aumenta o seu poder vibratório. Aumenta o seu alcance consciencial, diversifica o seu poder, ampliando suas possibilidades. Potencializa as suas escolhas e revela uma realidade em transformação. Agir por si e pelos outros é encontrar em si os outros; nos outros, encontrar a si. Não é espelho, é encontro. Todos são diferentes, mas podem compartilhar experiências verdadeiras e mais amplas. Mas, coletivamente, a humanidade precisará muito de si para os outros. Quando você alcança os outros de forma solidária, virtuosa, a partir de alguma transformação positiva, você ajuda, portanto, também a humanidade a encontrar esta possibilidade. Pode parecer um trabalho em vão, pois bilhões e bilhões de “espíritos” aguardam suas oportunidades, e outros bilhões a realizam, mas o mais frequente não é o coletivo, mas o egoísmo. É preciso buscar o altruísmo, o amor incondicional. Paz e Amor.

Grupo: Eu estou num momento de transição em que eu sinto que eu confio em mim, mas que preciso potencializar isso, em momentos importantes, e queria pedir ajuda para fazer isso, e amanhã, principalmente, se for o que é para acontecer.

NA: Muito bem, este foi um dos objetivos do texto. Esclarecer que a confiança incondicional é poderosa, mas precisa ser incondicional. Aprender a realizar essa confiança é mesmo enfrentando a desconfiança, a insegurança. Tenha coragem! Quando uma dúvida surgir, imponha a confiança, extinguindo a dúvida, tentando desmanchar a existência da dúvida. Imagine que uma luz intensa, mas que na escuridão, por mínima que ela seja, irá romper qualquer situação. É preciso se comprometer, é preciso assumir em sua condição mental e consciente que certas questões podem e devem ocupar o lugar de suas necessidade. Simplesmente, não duvide. E, mesmo assim, aquilo que acontecer, é o que tem ou deve acontecer. A humildade é o reconhecimento dessa condição. Ou seja, se passou a vida desconfiando e não treinou a consciência de sua confiança, nunca é tarde, muito antes pelo contrário, comece agora e exercite em tudo que for possível. As pequenas experiências trazem grandes resultados: a primeira luz, as pequenas certezas, um encontro com boas possibilidades que são as forças Tehili. O amor é a base da incondicionalidade da sua confiança. Realize-a como teste, como resultado, como processo, como resultado final. Paz e Amor.

Grupo: Obrigada.

NA: Igualmente agradecemos e estaremos acompanhando.

Grupo: Pedir: gostaria que vocês acompanhassem o Viola, e se possível uma mensagem para ele, por favor.

NA: “Paz e Amor, irmão. A paz não é parar. A paz é o equilíbrio. E o amor não é estagnar, é dinamizar, porque o movimento de amor possibilita o equilíbrio, que possibilita o movimento de amor no equilíbrio, que possibilita o equilíbrio do amor na vida. É preciso ampliar o que, às vezes, de certa forma, se acomoda. E algumas acomodações, às vezes, endurecem e tornam as condições de ser o que se quer ser intransformáveis. Tudo se transforma. E quando não se transforma, acumula. E acumulando, desequilibra. Desequilibrando, não se compreende, não se aceita, não se descobre. Abra o coração. Ilumine a mente. E afine qual o tom que darás para a vida, ligando a sua inteligência à sua sensibilidade. Creia na felicidade. Ela está aí, onde você está, em sua mente e em seu coração. Digamos que basta, veja, basta fazer ligações sinceras e corajosas dentro do seu ser. Seja feliz. Paz e Amor.

Grupo: O André mandou um Oi!

NA: Estamos acompanhando nosso irmão, parceiro. E aguardamos quando pudermos por esses encontros, encontrá-lo, pois, a todo instante estamos acompanhando. Agradecemos.

Grupo: Agradecer muito por estar finalizando os trabalhos. Senti muito o acompanhamento de vocês….

NA: E bem acompanhada por si mesma, pois a experiência que vive com a sua mente e com a sua resistência, é assim: é a mente com a consciência. Seja feliz.

Grupo: Sou muito grata mesmo. O momento é agradecer.

NA: Estamos acompanhando e agradecemos a oportunidade.

Grupo: Gostaria de pedir pelo Renato Guimarães e a Renatinha. Que eles estejam na paz, amor e aprendizados, que esse processo seja de muito amor, e para a Cibele e a Paulinha também.

NA: Estamos acompanhando a todos, e no caso específico do Renato, a filha tem mais poder de ajudá-lo. Estão bem. Em atendimento.

Grupo: Eu queria agradecer pelo último exercício, tem me ajudado muito, e foi bem determinante a certas coisas, e está servindo como forma de auto-conhecimento, está muito importante.

NA: Igualmente agradecemos.

Grupo: Queria perguntar sobre esses cristais. Se tem um mais adequado.

NA: Este vai assimilar os seus conflitos e pode ajudar.

Grupo: E esse?

NA: Projeta melhor para a caminhada. Esse também. A esfera também é ótima para a caminhada.

Grupo: […]  ??

NA: É um sentido mental, e orgânico.

Grupo: fora o meu de caminhar, fiz intenção para cada um. Pode fazer isso?

NA: Pode, claro, de qualquer forma. Agradecemos.
Creiam em si, exercite crer em si. Busquem interagir com aquilo que acontece de bom, ou não. Mas, humildemente, reforcem a relação com a sua vontade de dominar e encontrar a si, confiando. Mesmo que erre, mesmo que seja negativo. Uma coisa é consequência da outra. Se continuares negando a si e desconfiando, este é o exercício que estás fazendo, encontrar formas da sua forma, do seu jeito de lidar com a vida, crendo naquilo que precisa e quer que aconteça. Há complexas forças que resultam de toda a experiência que você vive. Essas forças são Tehili. Isto é, aquilo que você pode interagir. Então, interaja. Busque formular icons, mesmo que sejam fora do corpo. Mas, no corpo é melhor, porque o corpo existe para você. Pois, afinal, você é o seu corpo, e o seu corpo é você. É uma oportunidade de encontrar a si. Ame-se. Defenda-se. Descubra-se. Outro exemplo de aproximar-se do amor é agradecendo a todos e a si. Pois, afinal, a incondicionalidade do amor precisa ser reconhecida. Senão, ela não existe em sua consciência. Seja feliz. Acredite, a felicidade é reconhecer a si em sua experiência de amor. Paz e Amor. Agradecemos. Paz e Amor. As águas estão energizadas.