Encontro Semanal

Transferências dos fluxos de interação

 

Paz e Amor.

Os fluxos de interação relacionam-se a um esforço orgânico-mental, e mental-orgânico, de encontrarem-se nos processos de duplinação. Tanto a energia gasta nos horizontes físicos, quanto a troca mental, transferem de Éfler, Ídar, processos que exalçam pela via gravitacional, sendo transferências de mensagens e modificações da estrutura sub-atômica controlada pela força interativa que se posiciona através dos fluxos micro-gravitacionais. Como esses processos e sistemas acontecem em baixíssimo nível de intensidade, e altíssima frequência – na ordem mínima dos chamados sub-X, abaixo das vibrações de Raio-X e acima das vibrações ultra-violeta – os fluxos de interação guardam grande potencial de transformação e comunicação. A vida, na concepção humana dominante, depende desses fluxos, como um todo, porque expressam fatores da constitutividade mental e as suas chaves de comunicabilidade com o organismo físico, estruturando-o ao nível sub-atômico, configurando substâncias de acordo com as transdutorizações, especificamente oriundas de ressonâncias que selidem no tronco ideológico de Éfler-Ídar-matéria. Este é o meio que proporciona transformações de informações. O controle da existência fisiológica simboliza-se, pois, por meio de proteínas; relaciona-se às habilidades de transformação e transdutorização, fazendo o organismo entender as mensagens que constituem a estrutura básica das informações biológicas e, assim, também, as transformações dessas informações do organismo para os processos inscientes, senscientes íntimos, o chamado eixo consciencial. As transferências são processos que conduzem sistemas inteiros de tal forma a interagirem também com fluxos externos de outros seres. Diz-se que é a gratidão de Fênix: simbolicamente, a transferência de âmbitos senscientes de uns para outros, proporcionando o renascimento. Tal renascimento e tais transferências não dizem respeito aos eixos conscienciais humanos, mas, sim, de seres não duplinados ou de seres que acompanham os eixos humanos, como insetos, animais, aves, etc.. A complexidade desses processos não pode ser trazida neste momento. Mas, é importante, como exemplo daquilo que ocorrera com as aves de nossos irmãos. Essas transferências são condutos de ligações entre seres, baseados na companhia e nas vibrações de amor. Só podem ocorrer quando há a permissão de ambos os interessados. Se, por um lado, pode haver uma perda, por outro, há um adicional processo de ligação espontânea e defensora. São simbioses da espiritualidade. Tais figuras são muito frequentes quando os seres humanos se ligam a outros seres de outras ordens. A exposição das transferências de transdutorizações é importante para o desenvolvimento dos seres em estado mental relacionado a diversos tipos de animais e vegetais. Da mesma forma em que há os seres humanos que se acompanham ciclos da existência material duplinada, há os seres que enfeitam e traduzem as realidades espirituais, através de suas ligações com seres humanos, acontecendo frequentemente com animais pequenos, vegetais, insetos, e outros, como as aves. Para fechar esta parte, é preciso dizer que as aves e as plantas expressam-se mais harmoniosamente suas necessidades de desenvolvimento, sem alterar os sistemas da “espiritualidade” dos seres humanos. Muito antes pelo contrário, trazendo referências potencializadoras das influências do amor. Agradecemos.

Iremos para um outro exercício, para contribuir com as ideias que já foram transferidas. Peço que se consiga uma vela e a acenda. O exercício consiste em focar, a uma distância de um metro e meio a dois metros, a luz por um minuto. Façamos. Todos podem enxergar claramente a luz da vela? Fechem os olhos e observem as transformações. Façam novamente. Fechem os olhos. Abram novamente. Alguém viu uma luz branca?

Muito bem. O exercício é esse. Você deverá ter uma fonte de luz fraca, e observá-la por um minuto, e observar as mudanças de cores, as cores de fundo, as cores de margem, de contorno, e as cores internas. Se é uma lâmpada, ela deverá ser mais fraca do que 40 velas. É importante que não incomode ou force os olhos. Mas, o exercício de observar as transições de cores estimula a visualização dos fluxos de interação. Repetindo: é preciso observar e notar as mudanças de cores. Cada um terá uma forma, e conjuntos de cores. Algumas cores vão acontecer para todos. E, outras, especificamente, para você. No momento, as cores não têm importância, apenas a sutileza das suas mudanças, uma vez que estimulam os fluxos de interação. Pois, esses encontram-se sendo estimulados sem significado. E, portanto, sem a ação de comparação, isto é, sem paridade. Desta forma, as suas alterações demonstram a instabilidade dos fluxos de interação, estimulando uma reação ao longo dos exercícios. Você irá se exercitar, notar com mais facilidade essas alterações, e quando se concentrar para buscar as luzes de interação, elas irão surgir com facilidade. Portanto, o objetivo deste exercício e desta forma é melhorar a interatividade com as luzes de interação. Uma vez que elas estão relacionadas aos sistemas de paridade do organismo, o exercício flagra tal sistema em descendência ou ascendências de seus campos vibratórios, não possibilitando neste momento de descendência ou ascendência a comparação paritária, permitindo uma melhora na atenção dos fluxos de interação. Agradecemos. Paz e Amor.

Grupo: Pedi acompanhamento e atendimento. Pedi pela xxxx.

NA: Assim seja, agradecemos. Confie em seu equilíbrio, pois anda confiando mais no desequilíbrio. Paz e Amor. Esteja bem.

Grupo: Nosso amigo, eu queria te pedir para você me ajudar com minha irmã e com meu avô, e estar comigo nas provas, e na operação que vou fazer.

NA: Assim seja, irmão. Confie que tudo será bom, pois a influência da confiança pode estabelecer parâmetro para tudo. A confiança estabiliza e relaciona o amor ao sucesso. Paz e Amor.

Grupo: Peço que acompanhe o Alemão que anda muito mal de saúde.

NA: Assim estaremos acompanhando. Peça a ele que olhe para si com amor e com respeito. E tudo pode se equilibrar, baseando-se nas referências que tem dos próprios médicos, evidentemente.

Grupo:  Eu queria pedir acompanhamento para o João Bosco, que faleceu, que possa ser feito encaminhamento.

NA: Assim seja, agradecemos a oportunidade.

Grupo: Eu queria agradecer pela minha mãe, todo cuidado que tiveram com ela, os exames. Continuem acompanhando.

NA: Continuaremos, agradecemos. Estamos sempre agindo naquele âmbito do amor, que nos compete, e a referência que liga é a mente e a ligação de vocês. Agradecemos.

Grupo: Queria insistir sobre minha saúde. Fiquei preocupada porque há muito tempo não tenho febre, e estou com febre desde ontem. Queria pedir se possível um atendimento com o Japinha.

*** Atendimentos ***

 

 

NA: Paz e Amor. Cada passo que deres com a sua mente em direção a si, quer dizer em direção a compreender a si, será relevante nos momentos de desequilíbrio. Não estipule quem você é, apenas descubra. Não rearranje para melhorar o design. Apenas ame. Acolha-se. Revele-se com amor, paciência e confiança. Por meio da luz do amor, agradecemos. Paz e Amor.